Archive for Julho 2010

Férias


by Vanessíssima em

Comments Off

Fechado para balanço.

Portas abertas novamente em setembro.

Obrigada pela preferência.

Photoshop? Imagiiiiiina!


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

As descobertas feitas pelo Photoshop Disasters são impagáveis. O blog é especializado em edições erradas feitas com o Photoshop (detalhe que todas elas saíram na mídia sem que ninguém notasse, exceto o blog, claro). Tem até a Whitney Houston e suas três mãos. Corre lá pra ver!

MaxMara EDP é mara!


by Vanessíssima em ,

Comments Off


Criado em 2004 pela grife Max Mara (ah, vá!), este floral musk amadeirado acaba de me conquistar. Pena que não me deparei com ele antes. Meio complicado de achar no Brasil, ele é facilmente encontrado por precinhos convidativos nas lojinhas gringas que, graças, enviam pra cá. Um perfume chique e delicado e ponto final. Cá entre nós, tenho pra mim que perfume elegante é perfume discreto e delicado (gente verdadeiramente phynah é adepta do “mínimo é mais”, néam?). Em suma, MaxMara é brilhante, luminoso, fresco, versátil e feminino, do jeitinho que eu gosto. Algo como uma segunda pele, sabe? Curingão, ele mistura cana-de-açúcar, gengibre, limão siciliano, orquídea, magnólia, almíscar e madeira. Só podia ser bom, certo? Não, ele vai além! MaxMara é mara!

Se joga no Cafofo Fino!


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off

Conhece o Cafofo Fino? Meu blog preferido sobre "dicas de decoração, design e outras coisas finas". Vale uma olhada diária. E se vale!

Deu no Terra: Cachorro estrela campanha de maquiagem


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off

Trechinho:

Nem Gisele Bündchen, nem Lara Stone, e muito menos Anja Rubik. A grife de cosméticos Nars escolheu um cachorro da raça Bulldog Francês como "garoto-propaganda" da linha Pro Prime, que promete sumir com as rugas, fixar a maquiagem e preparar a pele para os outros produtos de beleza.

Leia tudinho aqui.

O escolhido é este aí da foto.

Sem mais.

Que perfume era aquele? Agora eu sei!


by Vanessíssima em , , , ,

Comments Off

Admito que sofro de um certo grau de idiotice crônica. Sou incapaz de parar alguém na rua pra perguntar que perfume delicioso é aquele que a criatura em questão está usando. Bobice, né? Pior que eu sofro tanto depois. E como sofro! Fico com aquele cheiro na cabeça (e no nariz), querendo saber qual fragrância era.

Outro dia passei ao lado de um rapaz com um cheirinho sublime de bombom. Segui adiante imbecilmente como se eu não tivesse olfato. Queria aquele perfume pra mim. Mas a vergonha falou mais alto.

Há alguns anos, voltando da academia, topei com uma moça saindo de um pet shop, exalando um aroma magnífico e sensacional. Fiquei com aquilo pra mim, congelei o momento, sonhando um dia em encontrar aquele perfume. Sim, ele mexeu comigo.

Perdida e sem saber por onde começar, saí feito louca cafungando trocentos frascos nas perfumarias em busca do dito cujo. Experimenta chegar na perfumaria e perguntar por um perfume fresco, delicado, confortável, intimista, perfeito para dias frios e com um fundinho beeeeem leve de talquinho de bebê! Experimenta! A vendedora vai te mostrar cada coisa absurda...

Cheguei a ficar com ódio da minha pessoa. Custava eu ter parado a mulher e perguntado? Custava! De modo que a lembrança daquele perfume me perseguiu durante muito tempo. E como perseguiu. Até ontem.

Estimulada por comentários animadores sobre o BLV Notte, da Bulgari, catei uma miniatura na Fragrancex em maio. A idéia era matar minha curiosidade e conhecer o bichinho, já que ele é raridade aqui na roça. Depois da espera, ontem o pacotinho aportou em casa. Quase tive um treco quando apliquei um pouco do perfume na mão. Gente, é sério! Quase revirei os olhos e cai pra trás. Era AQUELE, o próprio, ele mesmo, o da moça do pet shop. Senti como se tivesse ganhado na loteria.

Com notas de galanga, mandarina, bergamota, gengibre, vodka, acácia, flores de tabaco, íris, âmbar, incenso e chocolate escuro, o BLV Notte ficou exatamente assim em mim: fresco, delicado, confortável, intimista, perfeito para dias frios e com um fundinho beeeeem leve de talquinho de bebê. Enfim, igual ao da moça do pet shop - e diferente do que rolou com algumas pessoas segundo eu li por aí (nelas, a vodka ficou evidente e incomodou). Até meu marido, desligado/avesso pra essa coisa toda de cheiros, comentou (“hummm, que perfume bom” foram as sábias palavras dele).

PS: Agora que “descobri” a Bulgari, estou curiosíssima pra conhecer o Jasmin Noir, o Omnia Crystalline e o Omnia Amethyste.

Mais sobre o BLV Notte aqui.


Livros sobre organização doméstica


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off

Não sou exatamente aquele tipo de pessoa super organizada, mas tento manter a ordem (pelo menos por fora). O fato é que eu não costumo fazer bagunça para os outros verem. Minhas bagunças são bem privês e rolam mesmo (e com força) dentro de armários, gavetas e afins. O lance é que decidi organizar minha vida pra valer. Tô numa vibe em que quero consertar tudo aquilo que merece conserto e que vinha empurrando com a barriga há tempos, desde hábitos de consumo à organização da casa, passando pela alimentação. Pra me ajudar com a segunda opção (já que a primeira é mais íntima e dispensa manuais e a terceira é a mais simples de todas), pesquisei na internet dicas de bons livros (que penso em chamar de meus em breve) sobre o tema e encontrei as seguintes opções:

Organize-se (Donna Smallin, Editora Gente)

Casa Limpa e Arrumada (Donna Smallin, Editora Gente)

O Livro Definitivo de Dicas e Sugestões de Organização (Cassandra Kent, Editora Marco Zero)

Acabe com a Bagunça (Cynthia Ewer, Editora Publifolha)

Organizando Espaços (Miriam Gurgel, Editora Senac)

Organize-se num Minuto (Donna Smallin, Editora Gente)

Orkuticídio


by Vanessíssima em ,

Comments Off

Eu consegui! Cometi orkuticídio. Aconteceu neste final de semana. Foi libertador. Eu precisava disso. Ensaio há tempos e agora foi. Só lamento deixar pra trás tanta gente bacana que encontrei por lá. Não me esquecerei desse povo não (os mais próximos seguirão na caixa de entrada do meu e-mail, evidente). Agora é tocar pra frente. Com o tempo eu me acostumo a não ter mais perfil por lá. É, ainda não me acostumei apesar de ter me deletado por livre e espontânea vontade (bizarro). Tá sendo estranho, confesso. Eu meio que era viciada naquilo. E justamente por isso, e por me estressar tanto em função da minha intolerância com algumas coisas que via por lá, resolvi dar adeus, assim, sem avisar (é, sou adepta da saída à francesa). E a vida segue.

O amarelo


by Vanessíssima em , ,

Comments Off


Este look incrível apareceu no The Sartorialist. Quero este vestido amarelo pra ontem! Sou das poucas (loiras) que amam amarelo. O curioso é que tenho uma dificuldade tremenda de achar peças dessa cor aqui na minha roça. Imaginei que por ser época de Copa do Mundo, de Pra Frente Brasil e tal, encontraria alguma coisa legal por aqui, mas nem. Eu não encontrei é nada! Nem legal e nem não-legal. Tristeza é meu sobrenome.

Eu nem queria entrar no mérito da questão, mas não me agüento. Morar em cidade pequena é um caos quando o assunto é comprar roupas e sapatos. As opções são poucas (bem poucas), todas muito parecidas (quando não, iguais) e escoradas na zona de conforto da modinha atual. Nada além disso. Já cansei de ouvir “Não pedimos este modelo no amarelo porque achamos que vai encalhar e o que está se usando agora é o vermelho. Você não gosta de vermelho? Ele tá tão lindo”. Mas hein?! Onde a criatura comprou a bola de cristal dela? E quando eu disse que queria vermelho?


O que vejo é isso: a cor da moda é roxo? Você só acha roxo por aqui. Tachas são a nova onda? Tudo à venda aqui tem tachas. É final de ano? Roupa branca nas lojas e nada mais. A moda é vermelho? Vitrines vermelhas e só vermelhas. Xadrez é o novo preto? E dá-lhe (só) xadrez! É como se não tivéssemos o direito de gostar de azul quando a tendência é o verde, sabe? Por aqui a moda é sermos todos iguais.

E quando o assunto é Melissa (minha paixão), a coisa piora. Não interessa se a Grendene se matou de estudar o mercado e as tendências da moda antes de lançar os modelos em diversas cores lindas. Eu só vou encontrar por aqui Melissas pretas e vermelhas. E apenas os modelos mais básicos. Deprimente. Quando quero algo “diferente” sou obrigada a recorrer às lojas virtuais, o que é uma pena, pois o comércio daqui é quem sai perdendo.

Deu na Folha Online: Paris Hilton diz que achava que todo mundo morava em mansões


by Vanessíssima em ,

Comments Off

Segue trecho:

A socialite americana Paris Hilton, 29, disse que, quando criança, achava que todas as pessoas viviam em mansões.

Leia a matéria aqui.


Tudo bem, Paris. Eu achava que o Coelho da Páscoa existia.

Sem eles eu não vivo


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Novamente um dos meus assuntos preferidos: perfumes. É fato que sempre temos alguns eleitos em nossas coleções. Sabe aquele perfume que você vai comprar de novo quando acabar? Pois é, é sobre eles mesmos que eu quero falar. Atualmente, aqueles que valem um repeteco na minha vida são:

Armani Mania (Giorgio Armani)
Floral, oriental e amadeirado, com notas de tangerina, cereja negra, magnólia, lírio-do-vale, peônia, cedro, âmbar e almíscar

Já falei sobre ele aqui e mantenho o que eu disse. Em suma, ele é perfeito! Super curinga. Confortável e luminoso são bons adjetivos pra ele. O dito cujo deixa uma aura maravilhosa em torno de quem usa. Tem cheiro de gente rycah, chiquérrima, carismática e feliz. Mas não aquele chique pomposo, sabe? Ele tá mais pra um chique despojado, do tipo jeans-camiseta branca básica-salto-blazer. Tentando explicar o inexplicável, me atrevo a dizer que a tangerina deixa tudo mais fresco, a cereja entra com o docinho e o almíscar com a sensualidade. Quando consegui o meu, dei pulinhos de alegria. De todos, é o meu xodó.

Princess (Vera Wang)
Floral frutal com notas de vitória régia, maçã gala, damasco, merengue, goiaba rosa, gardênia do Taiti, âmbar e baunilha

Saída azedinha espetacular que se acalma até virar um chocolatinho morno e delicioso com suaves toques frutais. Ele te abraça tão gostoso... É um dos perfumes mais delicados e confortáveis que eu conheço. Perfume de princesinha de conto de fadas moderno, sabe? Mas transita bem no território de rainhas contemporâneas e radiantes que gostam de flores exóticas e frutas suculentas. Minha melhor compra no escuro. Já falei sobre ele aqui (a diferença é que hoje ele é o número 2 da minha coleção).

L'Eau Par Kenzo (Kenzo)
Floral aquático com notas de flor de lótus, menta e pimenta-rosa

Incrível como a proposta deste perfume casa tão bem com a sensação que ele provoca em quem usa. A flor de lótus estampada na caixa não é por acaso. Criado para ter um ar sereno, contemplativo e zen, é exatamente isso que ele passa. É o único aquático transcendental que conheço. É como se eu estivesse em um estado meditativo, calmo e relaxante. Quando uso, fico em paz. Fresco e confortável, é a melhor aposta para dias quentes. Em suma: uma água pra lá de relaxante.

Pink Sugar (Aquolina)
Gourmand com notas de bergamota, laranja siciliana, framboesa, figo, lírio do vale, alcaçuz, morango, frutas vermelhas, algodão doce, musk, sândalo, tonka bean, baunilha e caramelo

Doce até dizer chegar. Sim, o doce dele berra! Mas berra com estilo. Bastam pouquíssimas gotinhas (o mínimo é o máximo) em dias frios pra gente curtir uma experiência única. Frutas vermelhas e algodão-doce juntos dão nisso. É de salivar! Mas é também de viajar nas sensações. Tem quem ache o bichinho infantil por causa da doçura explícita. Eu não. Pra mim ele é sexy. E ele brinca com o fato de ser sexy. Sexy como um mulherão? Não. Como a Lolita do Nabokov mesmo. Um mundo cor-de-rosa? Sim, mas com toques de plumas vermelhas bem safadinhas. Tudo culpa da atuação da laranja siciliana e das frutas vermelhas com o resto da turma. Já sonhei com ele aqui e hoje me arrependo de não ter comprado um vidro maior.

PS: Tô aqui me segurando pra não incluir o Chocolovers (Aquolina) na lista. Falei dele aqui. Arrematei um e constatei que ele é tudo aquilo mesmo. Divino!

Update: Fui obrigada a incluir mais um na lista dos perfeitos. Senhoras, com vocês, o Boss Femme!

Boss Femme (Hugo Boss)

Possui notas de tangerina, groselha negra, freesia, jasmim de Madagascar, lírio oriental, pétalas de rosas da Bulgária, pêssego, âmbar e um toque de almíscar

Mais um curinga! Floral luminoso, sofisticado e elegante para todas as horas. Discreto e chique. Feminino ao extremo. Deliciosamente encantador. Por vezes intimista. Saída floral com flores que dançam, longe (bem longe) do floralzão sufocante. O toque frutal confere algo de frescor e deixa tudo mais suculento. Acho a cara de mulheres adultas, ativas e contemporâneas que gostam de flores. Tem sido meu companheiro atual. Estou em ótima companhia, não?