Archive for Novembro 2010

Enfeitando o cabelo


by Vanessíssima em , , , , ,

Comments Off


Tô adorando horrores a coleção de verão das meninas do Pronto. Cortei. Tem cada acessório leeendo! Tô de zóio arregalado pra cima de tudo, com um desejo especial por essas flores aí da foto.


Não, eu nunca comprei lá e nem conheço as meninas, mas tenho pra mim que o que é bonito é pra ser mostrado, néam?

Frase do dia


by Vanessíssima em , ,

Comments Off


Cupcakes são como Barbies, você pode fantasiá-los de zumbi, encher de tatuagem, colocar uma serra elétrica do lado que vão continuar sendo “de menina”, by Coma Com os Olhos.

Pergunta que não quer calar


by Vanessíssima em ,

Comments Off

Por que raios uma empresa faz uma festa de confraternização de fim de ano com o tema Havaí e me servem guacamole no evento? Sim, guacamole! Os mexicanos invadiram o Havaí e eu não fiquei sabendo?

Essa é para as Melisseiras


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Você é Melisseira?

Então não deixe de ler o que aconteceu com a Cecilia, mais conhecida no mundo melissístico como Clementine.

Leia também os comentários (inclusive, tem coment meu por lá).

Sem mais.

Nojo de loja metida


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Ontem botei na cabeça que precisava cafungar o Inspiration, da Lacoste (acima). Queria conhecer um perfume com cheirinho de limpeza (roupa limpa, mais especificamente) e ele me pareceu uma boa opção pelo que andei pesquisando. Acontece que fui parar numa lojinha que pelamor, viu?!

Perguntei pelo dito cujo e a vendedora me disse que havia vendido o último frasco há 15 dias. E então indaguei se eles teriam o tester para eu provar, pois eu não conhecia o perfume e adoraria senti-lo na pele.

E foi então que ela me fez uma cara de nojo e só faltou dizer pra fora o seguinte: “Pobre é foda mesmo. Nunca compra e só quer entrar na loja pra se perfumar”. Enfim, ela me disse isto (e de maneira bem idiota): “Não bem [ênfase no “bem”, eca], nós não trabalhamos com provador”.

Opa, como assim?! Trabalhar com provador é crime? Pega mal? É coisa de pobre? Sim, porque fui tudo isso que me pareceu segundo os critérios daquela loja.

Custava a moça ser simpática e dizer algo legal? Legal tipo isto: “Que pena, não trabalhamos com tester aqui na loja, mas o perfume é muito bom. Aliás, se você gosta desse estilo, vai adorar também o blá blá blá”. Simples assim. Ela me atenderia com simpatia, eu voltaria na loja, possivelmente compraria algo de meu interesse (e eu vi muita coisa lá que me interessou) e recomendaria o local para as outras pessoas. Agora ela estragou tudo! Rá!

Detalhes:
1. A loja em questão está localizada no centrão da minha cidade. Engana-se quem pensa que eu estava falando de loja de shopping.
2. Eu nem estava mal vestida ontem. E mesmo assim isso não seria desculpa!
3. A loja em questão é nova (foi inaugurada há pouco tempo).
4. A loja em questão está sempre vazia. Por que será, néam?
5. A vendedora estava num dia ruim? Então ela não sabe vender e deveria mudar de profissão. Atender o público é uma arte cuja primeira lição é tratar bem o cliente independente de qualquer coisa (seja a roupa do cliente ou a briga que a moça teve com a mãe naquela manhã).

Falando nisso, tem uma loja por aqui que eu adoro. Chego lá e deixo claro que só quero conhecer a fragrância. E as vendedoras são super simpáticas comigo sempre; borrifam tudo e mais um pouco, sugerem cheiros e trocam ótimas idéias comigo sobre perfumes. Se eu compro muito lá? Acho que só comprei uma ou duas vezes até hoje.

Não exijo tapete vermelho não, mas respeito como TODO e QUALQUER cliente merece.

Se eu achei o Inspiration? Não, ainda não.

Duas delícias da Bvlgari


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Hoje cafunguei dois perfumes da minha amada Bvlgari: Omnia Green Jade e Omnia Crystalline. Ao me deparar com eles, imaginei que encontraria duas delícias, afinal a marca é expert (além de ser responsável por duas fragrâncias que eu amo, Blv Notte e Jasmin Noir). Não sei explicar, mas tudo deles me remete a requinte, riqueza, elegância e afins. O fato é que, realmente, encontrei mesmo duas delícias (familiares, diga-se de passagem).

Peônia branca, flor de pêra, jasmim, pistache, madeira amarela e almíscar fazem do Green Jade (acima) um floral verde, fresco, leve, vivo, encantador. Ele deixa um rastrinho envolvente e chique no ar. Depois da borrifada, meu nariz surreal se lembrou do Carolina (Carolina Herrera), do Miss Dior Chérie (Dior) e do Coco Mademoiselle (Chanel). De fato, o almíscar e aquele ardidinho característico estão presentes em quase todos eles (apenas o Chanel não tem almíscar). Como já tenho o Carolina em casa (que tem nota de madeira, a exemplo do Green Jade), e também uma amostrinha do Miss Dior Chérie, vou deixar o Bvlgari passar.


Já o Crystalline (acima) é absurdamente suave, clean, discreto, cristalino mesmo e com um toque cítrico. Flor de lótus, pêra japonesa, bambu, peônia branca (olha ela aí de novo), lírio do vale, âmbar, madeira balsa, sândalo e almíscar estão todos ali. Pense em algo elegante para se usar em um dia quente de verão e você pensará em Omnia Crystalline. Ele me remeteu ao Bright Crystal (Versace), que também conta com flor de lótus, peônia, âmbar e almíscar na composição. A diferença é que o Bvlgari consegue ser ainda mais leve do que o Versace. Como já tenho o Bright Crystal, não vou precisar do Omnia. Porém, se conhecesse o Crystalline antes, não teria comprado o Bright. O da Bvlgari é mais!

E pensar que saí em busca do Inspiration, da Lacoste. Morro de vontade de cafungar o dito cujo. Pena que não achei. Segue a procura.

Elogio (sincero) ao SAC da Avon


by Vanessíssima em ,

Comments Off

Elogiemos! Comprei o Sérum Renew Clinical Luminosity Pro, mas não pude tirar proveito dele. Após usá-lo algumas poucas vezes, acabei com uma alergia leeenda logo abaixo do nariz. Di modos qui mandei um e-mail pro SAC da Avão relatando o ocorrido e solicitando minha graninha (que não foi nada pouca) de volta.

Dias depois recebo um e-mail mui gentil. Nele estava escrito que alguém da empresa entraria em contato comigo via fone em 24 horas, pois, neste caso, uma abordagem mais pessoal se fazia necessária. Ok, pensei cá com meus botões. Que seja! E o prometido aconteceu.

Recebi a ligação de uma atendente super simpática e atenciosa. Ela me fez algumas perguntas, explicou que todos os produtos da Avão são formulados de forma a diminuir a ocorrência de alergias, mas que elas podiam surgir e tal. Ela me instruiu a enviar o sérum de volta à empresa por Sedex e prometeu o reembolso do envio e do produto em 10 dias úteis após o recebimento da minha caixinha. Disse ainda que a Avão estava à minha disposição a qualquer momento para esclarecer, por fone ou e-mail, quaisquer dúvidas sobre o processo. Taí, gostei!

Encorajada pelo super tratamento que havia recebido até então, mandei meu sérum com a cópia do comprovante do Sedex dentro da caixa conforme solicitado. Detalhe: eu mandei com seguro, tamanho o medo de me dar mal (sim, eu já me dei mal algumas vezes). E, rufem os tambores: em oito dias úteis TODO o dinheiro estava na minha conta. É assim que se faz, Avão!

Abre parênteses: quando pedi o seguro adicional (aqui o seguro automático pra Sedex é de apenas R$ 50, sendo que o produto que eu estava enviando custava R$ 120), o cara dos Correios fez uma cara de espanto pra lá de surreal. E lá veio o discurso: “Ok, senhora, mas saiba que o seguro não seria necessário, pois o Sedex é a forma de envio mais rápida e segura que existe e não extravia”. Putz, por que ele foi falar isso justamente pra mim? Por que? Por que? E lá fui eu: “Bom, eu já tive várias caixas de Sedex extraviadas. Sim, várias! Não uma, mas várias. Então eu quero o seguro sim!”. Mas a minha vontade foi soltar: “Cara, minha segurança sai por 77 cents a mais no valor da postagem, pô! Me deixa em paz e posta logo isso!” Fecha parênteses.

Verdade seja dita: eu já era fã da Avão (aliás, disse isso a eles quando me ligaram; bom, eu não disse Avão, né? disse Avon). E fiquei mais ainda depois de tudo. Em todo o momento fui tratada com respeito e atenção. Cumpriram todos os prazos certinho e sem que eu tivesse que pegar no pé. Milagre? Hum, acho que não. Tomara que não!

Confesso que, no começo, fiquei fortemente com medo de entrar em contato com o SAC deles. Haja vista minha experiência traumática com o SAC de uma outra empresa de cosméticos (a novela toda está aqui neste blog). Sem contar que li muitas reclamações na internet justamente sobre o serviço de atendimento ao consumidor da Avão (bão, eu também havia lido inúmeros elogios ao SAC da outra empresa antes). Enfim, como meu sobrenome é fé e eu não sou filha do milionário Donald Trump, me joguei na experiência. E deu certo! Rá!

Tomara a concorrente esteja lendo este meu post, néam? Porque convenhamos...

PS: O ser humano é um bicho besta mesmo. A gente não devia ficar feliz nessas horas, afinal é obrigação da empresa tratar bem os consumidores. Só que o mundo anda tão complicado, que a nossa vontade é soltar rojão quando isso acontece. Bizarro.

Nova e revolucionária coloração da L’Oréal


by Vanessíssima em ,

Comments Off


O nome dela? Inoa! O que tem de diferente? Muitas coisas, entre elas: não possui amônia, fixa o pigmento no fio por meio de um óleo e não tem cheiro. Onde achar? Só em alguns salões, já que a aplicação é um pouco complicada. As cores são lindas, o resultado final é bárbaro e eu quero! Com vontade de saber mais sobre? Clica!

Lendas urbanas virtuais


by Vanessíssima em ,

Comments Off

Pra quem acredita em tudo que vai parar na caixa de entrada (sim, tem gente que acredita), seguem dois links interessantíssimos especializados em lendas urbanas virtuais:

e-farsas.com - Com direito a newsletter e ranking

Quatrocantos.com - É possível pesquisar no índice alfabético e no cronológico

Ainda que você não faça parte da turma do "eu acredito", vale uma olhada nos sites. No mínimo, você terá assunto pra puxar conversa com alguém ou, melhor ainda, terá condições de desmentir aquele seu colega de trabalho que acha mesmo que a Nokia vai dar um celular para quem repassar o tal e-mail para 200 pessoas.

Frase da semana


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Calorias são pequenos vermes inescrupulosos que vivem nos guarda-roupas e, à noite, ficam costurando e apertando as roupas das pessoas.

(autoria desconhecida)

Apenas um desabafo


by Vanessíssima em

Comments Off

Fico abismada com este mundo. Hoje peregrinei em busca de um antiinflamatório. Indicação médica, ok? Saí com a idéia de catar um medicamento genérico como dantes. Afinal, reza a lenda que os genéricos são mais baratos. Caí pra trás quando comparei os preços. O remédio de marca era MAIS BARATO do que o genérico! Como assim?! Nem sei porque resolvi pesquisar isso hoje. Vinha tomando o genérico até então, sem questionar. Eu era tão feliz, achando que estava fazendo economia. A ignorância é uma benção.