Archive for Dezembro 2010

Devaneio do dia


by Vanessíssima em

Comments Off

Alguém me acorda só em 2011, please?

Sem mais.

Grata.

Wishlist: I Loewe You Tonight (Loewe)


by Vanessíssima em , ,

Comments Off


Conheci na pele e gamei! Direto ao ponto: floral frutadinho, leve, fresco, delicado, alegre, elegante e luminoso. Em suma, cheirinho docinho de banho tomado. Ao contrário do que o nome sugere, achei uma fragrância diurna, ideal para usar no trabalho, inclusive em dias quentes. É do tipo que não incomoda ninguém (minha enxaqueca e minha rinite agradecem imensamente).


Notas saída de bergamota, mandarina, cassis e pêra. Na seqüência, jasmim, cravo, ciclâmen, peônia, magnólia e lírio do vale. Notas de fundo compostas por patchouli, sândalo, âmbar branco e almíscar.

Estou encantada e já quero pra mim. Promessa de ano-novo: em 2011, este perfume não me escapa.

Update: 2011 chegou e meu perfume também. Eu disse que o dito cujo não me escaparia, não disse? Catei logo um de 100 eméle. Rá!

Dica de presentes inusitados


by Vanessíssima em , , , ,

Comments Off


Quer arrasar no presente do amigo-secreto? Quer impressionar o bofe neste fim de ano? Pensando em presentear as amigas? Então, corre lá no site O Segredo do Vitório! Sabe aquele tipo de coisa diferentona, que faz o presenteado abrir um sorrisão e indagar “caraca, mas onde você achou isso?”? Lá tem!


Eu até ia postar aqui alguns produtos do site, mas é tanta coisa legal, que surtei na hora de escolher os exemplos e achei melhor não trazer nada pra cá, exceto o prendedor de roupa pen drive que ilustra o post. Sim, isso é um pen drive. Sentiu o drama, néam?

Eu adoro essa loja. De verdade. Já comprei lá e curti muito. Chega tudo bem rápido e super bem embaladinho. Não, não estou ganhando absolutamente nada da loja. É propaganda sincera mesmo. Fica a dica.

Perfume Melissa com precinho bão


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off


Quem avisa amiga é: perfume Melissa na Sack´s de R$ 129,90 por apenas R$ 59,90. Mas atenção: promo relâmpago, moçada! Pras melisseiras que curtem a fragrância, taí uma ótima pedida. Clica aqui e se joga!


Eu, particularmente, não amei esse perfume. Mas a coisa de cheiro é pessoal, néam? Enfim, a fragrância não é ruim não, mas também não achei sensacional a ponto de querer catar. Achei água de chuchu mesmo. Cheiro bonzinho e só, fresquinho, gostosinho, levinho, delicadinho e mais um monte de inho.

Ah, a oferta não vale para compras feitas por boleto, ok?

PS: O preço fica ainda melhor (12% menor) se você entrar por este link e der uma busca pelo perfume dentro do site depois.

Minhas mãos desejam: gel anti-bacteriano Bath & Body Works


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off

Não vivo sem gel antisséptico na bolsa. Quebra um galhão quando estou fora de casa, ou seja, quase sempre. Ultimamente tenho usado o de erva-doce da Natura, que é supimpa, pois não resseca a pele e tem um perfume delicioso. Já usei o de algas da Hi Clean e também gostei, mas o da Natura é meu preferido. Acontece que morro de vontade de provar algum da Bath & Body Works, que um dia irei catar no eBay. É isso.

Imagem do dia: Karl Lagerfeld


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Roupa nova


by Vanessíssima em ,

Comments Off

Sim, mudamos de roupa. Optamos por um look mais clean e feminino. Tendência pura! Ou seria loucura?

Hein?


by Vanessíssima em ,

Comments Off

Como uma encomenda sai pra entrega numa manhã qualquer, não dá as caras em casa, no dia seguinte consta como “saída não efetuada” e então sai pra entrega de novo? Como ela sai pra entrega pela segunda vez sem a saída ter sido efetuada na primeira vez? E o que seria a emblemática anotação à caneta “Ponto não atingido” na minha caixa? Sim, porque eu moro a três quarteirões do centro de distribuição dos Correios. Muito longe a ponto de não terem conseguido chegar? Enfim, coisas que só Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos faz por você! No mais, vou ali jogar na Mega Sena e já volto, pois consegui rastrear meu pacotinho (um viva ao sistema dos Correios!).

E digo mais, cara colega, se você está no aguardo de algo que será entregue pelos homens de amarelo, comece a rezar! Todo fim de ano é um caos, néam? Lembro que nesta mesma época em 2009 tive duas caixas extraviadas (um PAC e um Sedex). Pois bem, neste ano está pior (como se pudesse piorar). Sou a testemunha ocular da história. Encomendas mil para serem entregues há mais de um mês e nem o cheirinho delas aportou por aqui. Rastreio? Que rastreio? Isso existe? Ou melhor, isso funciona? Melhorando ainda mais, isso realmente serve pra alguma coisa?

Meu cabelo quer: Natura Choque Regenerativo


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off

E viva o Band-Aid Friction Block Stick!


by Vanessíssima em , , , ,

Comments Off

Minha amiga Irisoca, do Material Girls, descobriu a América e compartilhou. Quando ela falou sobre o Band-Aid Friction Block Stick, meus olhinhos se encheram de lágrimas. Seria o dito cujo a solução do meu entrave com a bonitinha e ordinária Melissa Severine (Seve, para os íntimos)? Porque, gente, essa sapatilha me come viva! Só sei que já havia tentado de tudo no afã de usar a bonita e nada dava jeito no martírio. Não conseguia passar nem sequer um único período do dia com ela nos pés (e olha que eu trabalho sentada!). Meu calcanhar e aquele maldito ossinho ao lado do dedão ficavam em carne viva. E eu voltava praticamente em prantos pra casa. Resultado: eu trocava de sapato na hora do almoço. De modos que catei um Band-Aid Friction blá blá blá pra mim no eBay.

E ele chegou. E eu fiquei com medo de usá-lo com a minha Seve. Sim, o trauma era grande. Então ele ficou guardado no armário até eu criar coragem. Pois bem, a coragem veio. Passei nos pés aquele negócio que mais parecia um desodorante stick e (rufem os tambores, senhoras), putz, nossa, meldels, caraca, DEU CERTO!!! Rojões, meu povo! Rojões! Nem acreditei. Quase chorei de alegria (yes, sou emotiva, sensível e delicada). Passei um dia INTEIRO com a Seve nos pés e nada, absolutamente nada, de vermelhidão, bolhas e otras cositas más. Atrito? Que atrito? Band-Aid Friction Block Stick é a glória!

Já marquei uma reunião com o Papa pra semana que vem. Na pauta do encontro: o processo de canonização da Irisoca.

PS: Penso cá com meus botões que a vaselina sólida seria uma boa alternativa ao Band-Aid de nome complicado, cuja composição é (a quem interessar possa) óleo vegetal hidrogenado, álcool cetoestearílico e perfume. Um dia eu testo. Agora sou corajosa! Rá!

Vida real


by Vanessíssima em ,

Comments Off

Meu cabelo quer: dupla Silk + máscara Inner Restore, da Senscience


by Vanessíssima em , ,

Comments Off


Todos querem ser Carolina?


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Juro que tento entender porque meu nariz cisma que quase todos os perfumes que ele cafunga se parecem com o Carolina (Carolina Herrera). A coisa tá saindo do controle já. Incrível como ele (meu nariz) acha muitas semelhanças entre trocentas fragrâncias e o (quase sempre) querido Carol, adquirido por mim há um tempinho. Segue a lista dos ditos:


 Hypnôse Senses (Lancôme)

Coco Mademoiselle (Chanel)

Miss Dior Chérie (Dior)

Omnia Green Jade (Bvulgari)

O curioso é que nem morro de amores pelo Carolina (aquela saidinha dele me causa um certo enjôo às vezes). Ou seja, não é o amor que me faz ver o dito cujo em todos os lugares não.

Enfim, o bom disso tudo é que não tenho chances de ficar mais pobre. Quem tem um tem todos. E viva meu nariz problemático!

Amor, ódio e perfume


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off


Costumo ter uma relação de amor e ódio com alguns perfumes. Há dias em que amo determinada fragrância e fico com vontade de ter litros dela. Em compensação, algumas vezes eu mudo de idéia e passo a odiar a dita cuja. Isso acaba de acontecer com o Quizás, Quizás, Quizás (Loewe). Fico pensando porque meu nariz é tão inconstante. Bom, nem sempre o vilão é ele. Há uma dupla que me aporrinha e contribui pro imbróglio: rinite e enxaqueca. Sem contar o clima, que influencia pra caramba e é capaz de me fazer ter engulhos ao borrifar um docinho em pleno verão. Sabendo disso, evito determinados perfumes em alguns dias. Acontece que com o Quizás é diferente. Vivo uma relação sem fim com ele.


Tenho o hábito comprar amostras e minis no eBay para conhecer as fragrâncias, usá-las em diferentes situações e descobrir se posso ou não viver sem elas. Enfim, catei uma amostrinha do Quizás EDT. Quando ela chegou em casa, fui correndo provar e me senti sufocada por aqueles flores todas, como se eu estivesse no meu próprio velório. Bizarro.

Dias e borrifadas depois, encontrei poder naquelas flores, achei aquilo um perfumão e quis litros. Pra piorar, naquele dia mesmo me deparei com o dito em oferta. Como eu me conheço, me contive e não adquiri um frasco descente da criatura. Foi a sorte! Quando apliquei algum tempo depois, fui do céu ao inferno em dois segundos. Novamente aquilo não caiu bem em mim, e nem no maridón (a enxaqueca dele que o diga – yes, somos o casal enxaqueca). No fim das contas, planos cancelados e um sonoro “ufa, ainda bem que não comprei o vidrão”. Pois é, fui salva pela amostrinha.

Abre parênteses. Quando encontro o tester em alguma loja física, dispenso a compra de amostras. Mas volto na loja váááárias vezes, em dias diferentes, pra provar o perfume antes de decidir catá-lo de vez no mundo virtual por um precinho módico. Fecha parênteses.

Resta saber se eu voltarei a gostar do Quizás um dia. E, se isso acontecer, será que vai durar? Duvido! Eu me conheço. Amor e ódio andam juntos.

PS: Sim, o Quizás foi inspirado no manjado bolerão cubano de Oswaldo Farrés. E cá entre nós, a inspiração na música foi uma ótima sacada, pois ambos (canção e perfume) possuem notas! Rá! Ok, piada sem graça. Prontopassou.

Carolina Herrera é ícone


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Sem delongas: Carolina Herrera é ícone! Ícone de elegância pura. Simples assim. Ainda que ela não curta a palavra “ícone” (ela disse isso em uma entrevista), o fato é que ela é minha diva. Sou fascinada pelo modo como ela se veste. A indefectível combinação de camisa com saia longa é tuuudo (juro que me casaria assim se eu fosse mulher de se casar na igreja, mas eu não sou e, no mais, já estou casada)! Às vezes a barra da saia dela encurta e também causa um visual deslumbrante. E já notaram que o batom vermelho está sempre lá marcando (linda) presença? Aos 71 anos, ela prova que é possível ser clássica, moderna e elegante, tudo ao mesmo tempo agora. Quando eu crescer, quero ser Carolina Herrera. Saca só (se você clicar nas fotos, elas aumentam):