Archive for Janeiro 2011

Os melhores lookbooks


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off

Uma das minhas esquinas virtuais preferidas é o LOOKBOOK.nu. Lá eu encontro produções maravilhosas de todos os cantos do planeta. Funciona mais ou menos assim: meninas e meninos de diversos países saem postando diariamente seus looks, que ficam sujeitos a avaliações dos outros internautas.

O site (que tá mais pra uma rede social chique) é uma espécie de clubinho. Você só consegue fazer parte dele se for convidada ou se tentar a sorte mandando um look para os administradores. Aos de fora (como eu) resta um consolo: pode-se ver tudo!

Engana-se quem pensa que a coisa é amadora, viu? As fotos – e os looks –, são pra lá de bem produzidos e super inspiradores. O legal é a gente pode pesquisar look por marca, país e peça, o que é mega útil naqueles dias em que não sabemos o que/como vestir.

Eu até havia separado alguns dos meus lookbooks preferidos pra jogar aqui, mas se eu mandasse isso pro ar, este post teria uns dois metros. De modo que, como aperitivo, vou te deixar com apenas três inspirações, cara leitora:



Conheci o Womanity (Thierry Mugler)


by Vanessíssima em , ,

Comments Off


Lá nos comentários do meu penúltimo post, minha amiga Irisoca, do Material Girls, me mandou passar longe do Womanity (Thierry Mugler). Acontece que o recado veio tarde demais. 
Eu já havia cafungado o dito cujo. Se bem que, pra falar a verdade, mesmo com o aviso, eu provaria essa fragrância de qualquer jeito se não tivesse feito isso antes. Por quê? Porque esse perfume tá polemizando, meu povo! E curiosidade é meu sobrenome. Rá!

Não sou de postar aqueles textos marqueteiros que as empresas fazem pra vender as fragrâncias, mas vou abrir uma exceção porque esse merece. Vejamos o que diz o fabricante do líquido:

Imaginado por Thierry Mugler, Womanity é um nome com sentido: uma palavra que exprime naturalmente a idéia de comunidade, de ligação, de força criativa transmitida pelas mulheres. Um perfume para revolucionar a perfumaria de luxo. Criado através de um contraste de elementos: o figo e o caviar, que juntos proporcionam a sensação do doce e do salgado nesta fragrância amadeirada. O frasco é composto por diversos elementos e códigos. A face representa todas as mulheres. A chave é o caminho para uma mente aberta. A corrente estabelece a conexão entre todas as mulheres. Por fim, o anel simboliza a cumplicidade entre elas.

E agora vejamos o que eu tenho a dizer sobre a fragrância (opinião personalíssima, certo?):

Força criativa? Ok, e com louvor!
Revolução? Ok, e que revolução!
Contraste de elementos? Opa, claro!
Sensação de doce e salgado? Super ok!
Idéia de comunidade? Mas hein? Ou o Thierry ficou doidão após cafungar o próprio perfume ou eu sou muito burra e não entendi o recado. Aposto na primeira opção, já que essa fragrância é uma coisa louca. Se bem que não descarto a segunda.

Explico: pedi pra moça da loja borrifar o dito cujo direto no meu pulso pra sentir o cheiro que ficaria na minha pele (vocês já sabem que eu sou assim, né?) e quase cai pra trás. De pronto, a fragrância explodiu e bateu um cheiro forte, quente e doce de figo. E depois veio uma brisa salgada (seria o caviar?). E em seguida veio o doce. E depois o salgado de novo. E depois tudo junto. Loucura total! No fim, parecia que havia passado uma manga verde (figo temperado com sal talvez) no braço. Sim, manga verde, apesar da manga verde passar longe da composição. E, gente, a manga verde imaginária deixou rastro. E como deixou!

Só sei que, por incrível que pareça, demorei pra saber/definir/concluir se havia gostado do Womanity. Cheguei a pensar “caraca, que perfume único, diferente de tudo e estranhamente gostoso!”. Minutos depois, meu pensamento se resumia a “puxa, que salgado doce estranho (ou seria doce salgado?)! que coisa seca e invasiva!”. E esses sentimentos foram se alternando na minha cabeça oca.

Acabou que eu fiquei com aquele cheiro surreal no braço o dia todo (sim, ele fixa pra valer, meeeeesmo) a ponto de me sentir incomodada. Levei um tempão pra descobrir que aquele perfume de personalidade forte não era pra mim. Talvez um dia eu mude de idéia. Talvez um dia eu aceite a grandiosidade dele em mim. Sim, ele é grande, estranho, provocador, revolucionário e divisor de opiniões, como o coleguinha Angel. Posso não gostar de nenhum deles, mas reconheço o poder dessas criações.

Enfim, Womanity não é o estilo de perfume mulherzinha. Pelo contrário, há quem diga (eu digo) que ele é totalmente compartilhável. 

E por uma ironia absurda do destino, no dia seguinte à borrifada, chegou em casa uma amostra do Womanity. Juro que tinha esquecido que havia pedido o dito cujo no hotsite dele (infelizmente as amostras não estão mais disponíveis). No mais, deixo vocês com a resenha que o Chandler Burr fez sobre esse perfume. Aqui!

Duas novas cafungadas


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Tenho uma mania de gente doida: às vezes saio de casa rumo ao trabalho uns minutinhos antes só pra dar aquela cafungada gostosa em alguns perfumes na loja que fica perto do meu trampo. Duas fragrâncias por vez, uma em cada pulso, e vou trabalhar feliz, não raro empesteando meus coleguinhas. Sim, eu não estou livre de algumas bombas. Sim, porque perfumólatra que se preza prova tudo direto na pele mesmo. Pra sentir in loco a evolução da fragrância, sabe? Porque esse negócio de fitinha não é comigo não. No máximo, peço um papelzinho só pra deixar minha bolsa cheirosona, mas nunca me baseio nele pra tirar minhas conclusões, já que pele é sempre pele e, no fim, é ela quem vai se perfumar e não uma folha de papel, néam? De modos que ao longo do dia pareço uma maluca cheirando os braços (atenção para a rima:) discretamente no meio do expediente.

Agora chega de lenga porque eu quero falar das minhas duas últimas cafungadas, que cá estão nos meus bracinhos neste exato momento. Acompanhe minhas impressões (ultra pessoais, evidente):

Diesel Fuel For Life (Diesel)
Floral chypre com notas de cabeça de pimenta rosa, cassis e framboesa, nota de coração de jasmin, e notas de fundo patchouli e musk

Meu nariz achou o Fuel For Life docinho e também reconheceu forte na saída aquele toque característico do patchuli, que torna tudo meio ardidinho. Pra quem gosta de doçura sofisticada e marcante, é um prato cheio. Não faz o tipo sufocante, mas convém não exagerar, especialmente em altas temperaturas. De boa fixação e versátil, nada impede que seja usado durante o dia. Imagino mulheres jovens e alegres exalando esse Diesel.

No mais, como a família chipre não é das minhas preferidas, o bichinho não entrou na minha lista de vontades. Se você gosta do Coco Mademoiselle (Chanel), do Miss Dior Chérie (Dior) e do Carolina (Carolina Herrera) tem grandes chances de curtir o DFFL, viu? O estilão é o mesmo. Aliás, se você realmente gosta deles a ponto de já tê-los na sua coleção, acho o Diesel mais do mesmo e, portanto, dispensável. Prontofalei. Lembrando que eu não sou grande fã dos chipres, ok?

PS: Não me dei bem com a versão Unlimited dele. Cafunguei outro dia e não curti o dito cujo na minha pele. O jasmim ficou evidente demais e, junto com a canela, me sufocou. Também cismei que ele ficou meio masculino em mim. Ah, ele não tem nada a ver com o Fuel For Life, ok? Nada mesmo! Opinião minha e só minha, hein!

Presence D'une Femme (Montblanc)
Floral oriental, com notas de folhas de abacaxi, pimenta, tangerina, ciclâmen, orquídea, sândalo, madeira de palisander, flor de baunilha e patchouli

Meu nariz não encontrou a saída cítrica da qual tanto falam, mas uma pimentinha bacana super presente que, junto com o resto da composição, torna esse perfume diferente, único e elegante. Pense em uma mulher decidida, realizada, dinâmica e chique. Ela provavelmente estará usando o Presence. Sim, minha gente, ele exala riqueza e poder. Ao mesmo tempo, espalha feminilidade pelo ar, mas não de forma invasiva. E ele fixa, e muito, na pele.

Olha, pode parecer óbvio (e até piegas) em virtude do nome de batismo, mas uma palavra que define bem esse perfume é “presença”. Em mais palavras: “presença de uma mulher”. Rá! Como uma mulher decidida e chique que se faz presente, ele diz de forma clara, sem gritar ou perder a compostura.

Não, ele não é doce, apesar do acento cremoso da baunilha. Também não é cítrico. É transcendental, quente, marcante, de bem com a vida, floral e temperado. Achei maravilhoso e certamente me acompanhará em uma futura fase da minha vida. Hoje não. Ainda não estou pronta pra ele.

Viver ou juntar dinheiro? (Max Gehringer)


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Li em uma revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico. Aprendi, por exemplo, que se tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, nos últimos quarenta anos, teria economizado 30 mil reais. Se tivesse deixado de comer uma pizza por mês, 12 mil reais. E assim por diante.

Impressionado, peguei um papel e comecei a fazer contas. Para minha surpresa, descobri que hoje poderia estar milionário. Bastaria não ter tomado as caipirinhas que tomei, não ter feito muitas viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que comprei. Principalmente, não ter desperdiçado meu dinheiro em itens supérfluos e descartáveis.

Ao concluir os cálculos, percebi que hoje poderia ter quase 500 mil reais na minha conta bancária. É claro que não tenho este dinheiro. Mas, se tivesse, sabe o que este dinheiro me permitiria fazer? Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar em itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizzas que quisesse e tomar cafezinhos à vontade.

Por isso, me sinto muito feliz em ser pobre. Gastei meu dinheiro por prazer e com prazer. E recomendo aos jovens e brilhantes executivos que façam a mesma coisa que fiz. Caso contrário, chegarão aos 61 anos com uma montanha de dinheiro, mas sem ter vivido a vida.

Max Gehringer

Ainda terei este pen drive


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off


Não me perguntem onde comprar. Mas não deve ser difícil de achar em tempos de globalização, néam?

Update: O USB Geek vende e custa a partir de US$ 17. Achei esse site pesquisando no Google, senhoras. Não sei se a loja é confiável, mas parece que entregam no Brasil e aceitam PayPal. O frete? Três doletas. Quem se arrisca primeiro?

Tá na lista: 212 (Carolina Herrera)


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off

Senhoras, eis o próximo da minha lista: 212 (Carolina Herrera). Seguuuura peão porque ele está na minha mira e não vai me escapar em 2011, quatorze anos depois do lançamento. Rá!

Momento explicativo

Aprendi a amar esse perfume recentemente. Eu não gostava dele até bem pouco tempo atrás. Achava sufocante, chato, enjoado e bobo. Acontece que ganhei uma amostrinha e dei uma nova chance ao dito cujo. Acabei secando o flaconete em poucos dias. E o pavor virou amor. Sim, eu tinha pavor dele.

Como é de meu feitio, tentei prová-lo antes diversas vezes pra ver se ele fazia minha cabeça, mas o resultado era sempre o mesmo: eu acabava lavando o pulso rapidinho. Pois é, sou insistente. Se não fosse, teria jogado minha amostrinha no lixo e deixado passar uma chance incrível, néam? De modo que, de repente, o two one two se tornou uma das minhas fragrâncias preferidas. Caí de amores por ele. Mesmo!

A saída dele tem bergamota, neróli, flor de laranjeira e mandarina. O coração da fragrância é composto de camélia, rosa, gardênia e lírio. As notas de base são sândalo e almíscar.

O que acho dele hoje

Um floral extremamente transparente e fresco, mas cheio de classe. Do tipo que vai bem em reuniões de trabalho, na labuta do dia a dia, numa entrevista de emprego, num passeio à tarde, numa tarde quente de verão, num almoço de domingo, em um dia nublado, na balada e aonde mais você for. Na minha cabeça, tudo isso torna o 212 urbano, moderno e descontraído (a embalagem que o diga). Em suma, pra mim, esse perfume faz aquele gênero “curinga com louvor”, sabe? Ele é tão versátil e encantador, que você usa e não incomoda ninguém ao redor. Narizes rinitenses e cabeças enxaquecosas agradecem.

Ele é batidão? É sim. E daí?


PS: Sabe de onde veio o nome do perfume? 212 é o prefixo telefônico da Madison Avenue, em Nova York, onde fica a sede do império Carolina Herrera.

Update: Tô rindo à toa. Acabo de ganhar um frascão do maridón. E eu nem precisei pedir, hein! 

Gloss Bourjois por preço amigão


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Quem quer pintar a boca de Bourjois tem motivos pra sorrir. É correr na Sack´s e fazer a festa. Tem promoção por lá. Eau de Gloss e Eau de Gloss Cosmic por R$ 19,90. E tem também o Effect 4D por R$ 26,90. E com aquele frete grátis de sempre! Tudo melhora ainda mais (ficando 12% mais barato) se você entrar por aqui.

Não, não tô ganhando da Sack´s pra escrever isso. Quem me dera! Aliás, tô achando que a Sack´s nem gosta de mim, já que me mandou duas miniaturas de perfume masculino repetidas nas últimas duas comprinhas que fiz por lá durante a promoção que dava minis em qualquer compra.

Nadismo


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Conhece o movimento "nadista"? Dica: o cara da foto está praticando o nadismo.

Veja com seus próprios olhos o link que aparece neste post e descubra do que eu tô falando. Existe até um clube de nadismo. Clica e confere.

Só sei que eu vou me associar a esse clube.

Ah, se eu fosse várias


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off

Eu sei que eu sou uma só para o tanto de perfumes que eu tenho em casa, mas juro que se eu fosse várias não deixaria escapar os seguintes encantos da grife Salvatore Ferragamo:

Incanto Shine
Floral frutal fresco. Notas: abacaxi, pêssego, maracujá, frésia, cedro e âmbar

Incanto Dream
Frutal. Notas: abacaxi, groselha negra, manga, maçã, peônia, frésia, sândalo e almíscar

Incanto Charms
Floral frutal. Notas: pétalas de jasmim, rosas turcas, maracujá, madressilva, almíscar e madeira de Amyris


Ah, se eu fosse várias...

Dica do dia


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off

Corre lá no Bicha Fêmea, colega! E saboreie agora mesmo cada texto delicioso da Lidiane, uma "diva do lar que se esforça para manter as coisas sob controle, e de forma prática". Destaque para os posts sobre decoração. Dá gosto ler! Eu adoro! Eis aí um espaço feminino super digno! Recomendadíssimo!

Post babaca


by Vanessíssima em

Comments Off

Que venha 2011!