Love in Paris (Ninna Ricci)

Love in Paris (Nina Ricci) me foi uma grata surpresa. Fui agraciada com um frasco sem nem sequer ter tido contato anterior com a fragrância. E vou direto ao ponto: se você curte florais luminosos, frescos e felizes, tal qual Daisy (Marc Jacobs), não deixe de conhecer Love in Paris.

Pouco comentando por aí, esse perfume é uma verdadeira delícia democrática. Combina com tudo. Combina com todas. Por isso mesmo acho difícil ele desagradar alguém, seja você ou as pessoas ao seu redor.

Fresquinho e risonho que só, reúne peônia, pêssego, anis estrelado, banana, pêra, bergamota e rosa na saída, além de damasco, violeta, jasmim e anis no coração, e almíscar e madeiras no fundo.

Na minha pele, sinto bastante pêssego, flores em menor grau, um toquinho de almíscar, um diminuto anis e um levíssimo, quase etéreo, amadeiradinho. Tudo tão delicado, tão fresquinho, tão pra cima. Borrifo Amor em Paris (ui!) e me sinto bem, levinha e contente.

Gosto de usá-lo pra ir trabalhar, faça chuva ou faça sol, calor ou frio, com enxaqueca ou sem. Do tipo inofensivo e delicinha.

A quantidade de diminutivos que usei neste texto não nega: Love in Paris é tão gostosinho.

Comentários

arquivo do blog

Mostrar mais