Giovanna Baby e os demônios

Preciso exorcizar alguns demônios. Tenho dessas às vezes. Botei na cabeça que preciso ter o famigerado Giovanna Baby rosinha de novo pra tirar a aura nebulosa que paira sobre ele na minha vida. Usei esse perfume [eu e a torcida do Flamengo, néam?] quando eu estava no comecinho da adolescência (lá pelo início dos anos 90) e vos digo que ele me acompanhou numa fase braba. De modos que o coitado ficou com uma vibe ruim que eu quero eliminar. Sinto que tenho que usá-lo de novo, agora que estou plena, pra resgatar o coitadinho. Não quero que ele continue sofrendo, que fique preso no passado, que siga agarrado a um momento punk da minha vida. Giovanna Baby rosa, você precisa de ajuda e aqui vou eu! Sim, eu sou doida. Quem me acompanha sabe. Pra quem tá chegando agora, prazer, sou doida.

A propósito, naquela época, notas pra mim eram as musicais ou as de dinheiro. E eis que hoje tive a curiosidade de pesquisar o que vai no Giovanna Baby. Bom, vai isso: lavanda, rosa chá, jasmim, muguet, sândalo e musk.

Comentários

  1. Sei não... reencontros são sempre imprevisíveis, but... coragem é uma virtude!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é coragem não. É missão de vida! Tenho que salvar esse perfuminho e qualquer outro que precisar de ajuda! hahahahaha

      Excluir
  2. Volta e meia eu retorno a esse perfume GB.Também cresci com ele e o Zingara do Boticario. Mas nos ultimos anos percebi que alguma coisa mudou, deve ser a velha questão de manter o preço com materias primas mais baratas.Não tem o mesmo cheiro de antes,mas uso de vez em quando.Já percebi o que gosto dele, além da lavanda,é um perfume gostoso e neutro.Por ser viciada em perfumes sempre tem alguem dizendo: Esse tá forte, esse tá doce demais, esse é enjoativo, esse é isso ou aquilo .O da GB passa batido, não incomoda ninguem, deve ser a lavanda que acalma os animos,mas é um otimo perfume para o dia dia.Também tenho boas e más lembrancas com ele,mas eu sempre falo uma coisa, posso ter boas ou más lembranças com os perfumes,mas Deus me livre de ter lembrancas sem estar usando algum perfume!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "posso ter boas ou más lembranças com os perfumes,mas Deus me livre de ter lembrancas sem estar usando algum perfume!"

      Brilhou, Iara! É bem isso mesmo.

      Excluir
  3. O meu demônio é o Petit, da Avon. Usava demais na pré-adolescência. Pasme, jogava até na capa do meu fichário, que era de tecido.
    Mas esse demônio que fique bem enterrado. Não tenho mais nariz pra isso.

    ResponderExcluir
  4. Eve, na capa do fichário? Isso é que é/era amor. rs

    ResponderExcluir
  5. Vanessa conta pra gente conseguiu usar o GB again? E o que achou? Como disse a Iara o cheiro mudou, não é mais gostoso como outrora. Eu amava esse perfume. Hoje a unica coisa que tem o cheiro dele é o aromatizador de Lavanda da Renner.
    Luciana

    ResponderExcluir
  6. No meu caso, uma assombração das crises e dos meados da faculdade que me persegue até hoje é a maldição do Kaiak, da Natura. Se invade minhas narinas sem permissão, surge um repentino, terrível e tristonho deja vu de tudo. Não merece exorcismo, nem resgate, e que Deus o descontinue, rs. Como o destino é sacana, recebi recentemente uma caixona da Natura com a linha COMPLETA dele....rs.

    ResponderExcluir
  7. Luciana, acabei não comprando porque recafunguei e odiei a reformulação que fizeram. Posso estar exagerando, mas achei que a coisa ficou bem trash.

    Ubiratan, e assim nossos medos se tornam realidade. hahahahahaha

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Bora comentar aqui embaixo?
Se joga! Com classe, por favor!

arquivo do blog

Mostrar mais