Archive for Abril 2012

Shopping atualizado


by Vanessíssima em , , , ,

Comments Off

Gente, o shopping aí em cima (no menu superior, ao lado do início) tá de cara nova. Fiz uma faxina e atualizei algumas coisas.

Pra quem ainda não notou, a página traz uma relação de deliciosas e confiáveis lojas virtuais de perfumes, cosméticos e afins. Já comprei – e compro – em algumas delas, coisa devidamente explícita por meio do amigo asterisco. As outras são famosas e muito bem vistas na internê por gente que consome.

Optei por listar o eBay, pois compro bastante lá e nunca tive problemas. O segredo é comprar com vendedores qualificados (com muitas vendas no currículo e mais de 99% de qualificações positivas). O Mercado Livre também consta, apesar de comprar bem menos lá (a dica do eBay também vale pra ele).


Lembrando: na hora de pagar as lojas de fora, por segurança, prefira sempre o PayPal, caso o método seja aceito, ok?


Nossa arquiinimiga Fragrancex ficou de fora por motivos óbvios. Se ela voltar a se comportar, vai pra lista.


É isso! Bom divertimento! E boas compras!
 


Palmas pra L´Occitane!


by Vanessíssima em , ,

Comments Off


Há alguns dias eu recebi uma miniatura do creminho de mãos Flor de Cerejeira da L´Occitane. O mais curioso: eu não estava esperando, pois eu não pedi nada! Não é o máximo?

Tempos atrás eu até fiquei sabendo que a L´Occitane fez uma ação no Facebook distribuindo o creminho. Lembro que fiquei triste porque sou seguidora deles há tempos e comi bola. Quando fui ver, a promo não estava mais rolando. Perdi a oportunidade, pensei eu. Bom, outras virão, pensei na seqüência. Mas hein? Perdi coisa nenhuma, bebê!


O que eu sei é que meu creme veio via Face, pois foi enviado para o nome que eu uso no Face. Dãh. Enfim, achei o máximo! O máximo! Creio que conseguiram meu endereço porque tenho cadastro na loja virtual (aliás, já comprei lá e amei a experiência) e uso o mesmo e-mail em ambos os sites. Aí ficou fácil.


Cara, que coisa linda, né? Fui totalmente surpreendida! Aprendam com a 

L´Occitane, empresas mequetrefes! As ditas te tratam mal, levam séculos pra enviar suas compras e não mandam amostras mesmo que você gaste ozóio-da-cara (ou, quando o fazem, acham que seu nome é João, haja vista a mísera amostra de produto masculino que consta na caixinha).

Quando é pra meter boca, nós o fazemos. E quando é pra bater palmas, bom, aí o fazemos com imensa alegria. Em meio ao caos que impera sobre zilhões de lojas virtuais existentes cá no Brasil, é lindo encontrar marcas que, literalmente, tratam bem as mãos que as alimentam (agora mãos cheirosas graças ao Flor de Cerejeira, diga-se de passagem). E, putz, depois dessa quero mais ainda o perfume da linha! 


PS: Mas, óh, L´Occitane, você não tá assim com essa bola toda não, viu? Ninguém mandou tirar de linha o meio litro de Eau des Minimes antes que eu garantisse o meu! E tenho dito!

Desejo do mês: Viva La Juicy (Juicy Couture)


by Vanessíssima em , ,

Comments Off


Conheço ele não. Mas, néam?! Eu quero! Notas? Tangerina, mandarina, madressilva, gardênia, jasmim, ambar, caramelo, baunilha e sândalo. Floral frutal gourmand ou algo do gênero. Viva La Juicy, te necessito!

Deu na Folha.com: Artistas criam perfume com cheiro de produtos novos da Apple


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Reprodução:

Se para você não existe cheiro melhor que o do seu computador novo, esse é o seu perfume.


O coletivo australiano Greatest Hits, formado pelos artistas Gavin Bell, Jarrah de Kuijer e Simon McGlinn, decidiu reproduzir o aroma que sente quem abre a caixa de um produto da Apple pela primeira vez.


Com a ajuda da empresa de fragrâncias Air Aroma e de perfumistas franceses, eles acreditam ter chegado a um resultado bem próximo.


Para isso, o perfume levou em conta detalhes do MacBook Pro como a embalagem plástica que envolve a caixa, a tinta usada para imprimir os textos e imagens no papelão, os componentes de papel e plástico dentro do invólucro e o alumínio do próprio computador.


Segundo a britânica "Marketing Magazine", os artistas acreditam que a própria Apple vai reconhecer o cheiro quando senti-lo.


Amostras da fragrância poderão ser provadas em uma exposição em Melbourne entre 20 de abril e 12 de maio.


Fonte:
Folha.com

Cafungada: Beauty (CK)


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Deixa eu contar: Calvin Klein não é comigo. Não era. Explico: nenhum perfume do Seu Calvin me fazia feliz; pelo contrário, não encontrei nada mais matador pra minha rinite do que o Euphoria (me joguem uma bomba atômica na cabeça, mas não borrifem Euphoria em mim! grata). Mas aí eu topei com o Beauty. Catei um na fé. Sem cafungar. Só de pesquisar o que os narizes da internê tinham a nos dizer. E, minha nossa, que perfume lindo, meu povo! Belo! Faz jus ao nome. Pra quem curte florais (eu! eu! eu!) é a glória! Tem lírio, ambrette, jasmim e cedro. Floral branco almiscaradinho, elegantérrimo, refinado, limpo, calmo, macio, curinga. Fixa bem, mas não é do tipo exalativo. É perfume de aura, não de rastro. Coisa phyna mesmo. Tudo bem que, logo ao borrifar, ele deixa rastro sim, mas aí ele assenta e fica discreto. Nada espetaculoso, sabe? Quase linear. Veja bem: quase! A evolução não é algo super perceptível não. Perfume coerente do começo fim. Perfume de mãe chique, saca? Fica-se tão bela com ele, mesmo usando calça jeans e camiseta básica (e não sendo mãe. rá!).

Sim, você sabe


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off

Aconteceu comigo. Você sabe que tem alguma coisa estranha no ar quando sai pra trabalhar de manhã usando marrom e, no caminho, passa em frente a uma vitrine onde todas as manequins acordaram de marrom. Ok, é bizarro, mas você sobrevive. Porém, a coisa piora. O anúncio do fim do mundo se faz presente no dia seguinte, quando você sai de vermelho e se depara com as mesmas manequins trajando a cor do pecado. Sim, você sabe que o fim dos tempos está próximo. 

É por isso que compro fora


by Vanessíssima em , , ,

Comments Off

Quem eu tenho que matar pra ser bem atendida nas lojas virtuais nacionais? Quem? Sim, porque não é possível você precisar implorar pra receber algo pelo qual você pagou, e à vista ainda por cima. Não bastam os preços absurdos que pagamos aqui, perto do que cobram lá fora. Não, eles não bastam. É preciso sentar e esperar a boa vontade dos sites brazucas. Sim, é preciso. Com raras exceções, eles só despacham sua compra quando eles querem, desrespeitando o anunciado. O combinado não sai caro, né? Então por que prometem x dias pra entrega se demoram x ao cubo pra te enviarem? Por que não falam logo que o prazo é o tal x ao cubo? Já tive compras nacionais que demoraram mais tempo do que internacional, seja por atraso no envio ou por demora por parte do serviço de entrega. Juro que tô de saco cheio disso. E tem virado rotina! Rotina! É duro constatar que a gente é mais bem tratada nas lojas de fora. Antes eu até via vantagem em comprar no Brasil, mesmo pagando um pouco mais. Hoje tô numas de preferir esperar as compras internacionais, correr o risco de ser tributada e tal a catar por aqui, viu? Por outro lado, é lindo ver que ainda existem vendedores sérios neste país. Tudo bem que eles estão em processo de extinção e são minoria. Mas, sei lá, na dúvida, opto por não arriscar. Eu quero o mínimo de respeito! Só isso! É, eu mereço respeito e, bom, tô pagando por ele afinal. Na boa, só volta a ver minha grana de novo quem me tratar bem. É isso! Fim do desabafo.



Cafungada do dia: Ô de Lancôme


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Verdade seja dita: não costumo ser fã dos perfumes da Lancôme. Torço o nariz pra todos que conheço dessa grife. Podem me apedrejar. Só não borrifem Lancôme ni mim. Grata. De modos que fui conhecer o Ô. E, bão, pra não fugir à regra, taí mais um do qual não gostei. Saída de limão azedo. Sim, azedo e forte. Parecia que tinha esfregado limão na pele. Produto de limpeza feelings.

Depois de alguns minutos, senti que o limão ficou abafadinho em meio a um leve toque atalcado (
Eau de Shalimar divinamente maravilhoso passou por aqui e mandou beijos!). E aí que o relógio andou mais um pouquinho e o senhor limão se mostrou rodeado de ervas aromáticas mergulhadas no talquinho. Achei estranho, cara. Meio over, sei lá. Não que ele seja horripilante. Longe disso. É que nossos santos não bateram. Enfim, minha pele não ornou com ele. Meu nariz tampouco. Questão de (des)gosto. A propósito, o bicho fixa muuuito!


É, não tem jeito, eu não curto os cítricos. Mas veja bem, eu estou sempre aberta a novos ares. Imagino que um dia irei me deparar com um cítrico do meu agrado. É por isso que não desisto nunca. Sou brasileira, bebê! No mais, sou um ser cafungante. Tá num vidro trabalhadinho e passou na minha frente? Borrifo na pele e enfio o nariz mesmo!