Cafungada: Beauty (CK)

Deixa eu contar: Calvin Klein não é comigo. Não era. Explico: nenhum perfume do Seu Calvin me fazia feliz; pelo contrário, não encontrei nada mais matador pra minha rinite do que o Euphoria (me joguem uma bomba atômica na cabeça, mas não borrifem Euphoria em mim! grata). Mas aí eu topei com o Beauty. Catei um na fé. Sem cafungar. Só de pesquisar o que os narizes da internê tinham a nos dizer. E, minha nossa, que perfume lindo, meu povo! Belo! Faz jus ao nome. Pra quem curte florais (eu! eu! eu!) é a glória! Tem lírio, ambrette, jasmim e cedro. Floral branco almiscaradinho, elegantérrimo, refinado, limpo, calmo, macio, curinga. Fixa bem, mas não é do tipo exalativo. É perfume de aura, não de rastro. Coisa phyna mesmo. Tudo bem que, logo ao borrifar, ele deixa rastro sim, mas aí ele assenta e fica discreto. Nada espetaculoso, sabe? Quase linear. Veja bem: quase! A evolução não é algo super perceptível não. Perfume coerente do começo fim. Perfume de mãe chique, saca? Fica-se tão bela com ele, mesmo usando calça jeans e camiseta básica (e não sendo mãe. rá!).

Comentários

  1. Aff nem fale do Euphoria:(.. o meu eu tive q dar faz tempo!
    Esse daí deve ser uma delícia.. outo q eu comprei 1 VIDRAO e amo adoro eh o Truth..Cozamairykadomundo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beauty é belo, Duda! Eu acho que você iria gostar dele sim.

      Já li maravilhas sobre o Truth, que não conheço (mas tá na minha lista de futuras cafungações).

      Excluir
  2. Amei durante alguns meses, mas enjoei rápido. :(

    ResponderExcluir
  3. Helen, ele é do tipo que enjoa fácil mesmo. Por isso, uso com cautela esse belo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Bora comentar aqui embaixo?
Se joga! Com classe, por favor!

arquivo do blog

Mostrar mais