Cafungando: Oriens


by Vanessíssima em , ,

Comments Off


Confesso: não gosto de perfumes chipres. Confesso mais: estou encantada por um chipre. Oi? Pois é, vai entender. E vou além: há muito tempo não me surpreendia com uma fragrância como aconteceu com o
Oriens (Van Cleef & Arpels).

Não vou falar sobre o belíssimo frasco, adornado com uma pedra doida de linda. Não, não vou. Não é preciso. Quero falar sobre como uma fragrância elegante, delicada e chipre me conquistou.

A saída me remeteu ao Carolina (Carolina Herrera), só que uma versão melhorada, saca? De cara, mergulhei na framboesa e no cassis, belíssimos, adultos, nada sintéticos. Apesar desse perfume não trazer morango na composição, podia jurar que ele estava lá, todo suculento. Senti também praliné e baunilha. Mandarina, jasmim e âmbar também aparecem. Encontrei uma pegada levinha, quase um brisa tímida, do Lolita Lempicka EDP na evolução (uma vibe parecida, mas bem leve meeeeeesmo e mais alegrinha).

Docinho sofisticado, com um leve (ufa!) toque de patchouli – um chipre comestível (oi?!), digamos assim –, Oriens dá prazer de usar em qualquer ocasião, em qualquer clima (apesar de sentir uma quedinha de usá-lo em temperaturas amenas). Testei no calorão e ele se saiu super bem. Raramente um docinho consegue isso. A fixação é digna. E eu quero um pra ontem!

Mais sobre ele aqui.