O Eau du Désir


by Vanessíssima em , , , ,

Comments Off



Dona Lolita Lempicka, muda aí o nome do Eau du Désir pra Água de Suavidade & Frescor, vai! Eu sei que vai ficar meio Jequiti brega, mas define! Dado o recado, bora falar desse Lolitão? Sim, outro, na seqüência! Preciso!


Gente, que coisinha mais linda esse perfume! Tão educado, tão fresh, tão mimoso, tão delicado, tão super! É, me empolguei mesmo. Também pudera! Cá estou enlouquecida por ele graças a minha vizinha má (lê-se Diana Alcantara. é, dou nome e sobrenome! mexe comigo pra você ver! rá!).

Eau du Désir é extremamente equilibrado, gentil, calmo. Não tem nota ardida, não tem nada fora do lugar, não tem chatice, nada disso. Ele é uma pluma, povo!

Classificado como floral, ele abre com limão amalfitano e verbena (puro frescor, colega!). Continua lá com jasmim e violeta (e o bom, pra mim, é que a violeta não bota as petalazinhas de fora, ela chega só num veludinho, sabe?) e fecha com almíscar. Simples, básico, bonitinho e necessário!

Percebo minha amada verbena, um limãozinho beeeeem comedido, um tico de jasmim, um quase nada docinho e uma brisa de almíscar. 

Sabe quando você tem vontade de pegar uma fragrância no colo? Ai, eu tenho, me deixe! Então, Eau du Désir pede um colinho, sabe?

E ainda bem que ele só tá na roda em frasco de 100 emiéle. Assim eu cato um bitelo refrescante logo e me jogo na felicidade! E, olha, sou pessoa que foge de frascões, hein! Mas esse aí eu quero botar no colo!

Ah, acho que depois dessa nem preciso comentar que Eau du Désir não tem absolutamente nada a ver com o meu querido Lolita Lempicka, néam? Pelo menos meu parco/parvo nariz achou isso.