Tinta Preta Para Ela


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Encre Noire Pour Elle (Lalique), te desejei e você chegou. Olha, cara, você foi uma das minhas melhores compras no escuro concerteza.

Pra começar, de noire você não tem nada (e eu já esperava isso). Tá, tem o nome, vá lá. Delicado, suave, singelo e singularmente bonito, você me catou de jeito logo de cara. Se eu já tinha gostado de você antes de te conhecer, te borrifei e fui pro céu.

Não custa repetir o que você me traz, né? Lá vai: bergamota, frésia e ambreta na saída, osmanthus, rosa e kephalis no coração, e vetiver, almíscar e cedro na base. 

Na real, rosa é teu nome. Encre Rose Pour Elle. Eu, que sou fã ao cubo da rainha das flores, me atirei de joelhos diante de vossa magnificência. 

Você chega com cheiro de rosa almiscarada, ganha um tom de creme hidratante e fecha com mais rosa linda, que me sorri amadeiradamente, só que de leve (é de soslaio que chega a madeira). Enfim, tudo feito pra quem curte uma vibe low profile. Sim, porque você é sutil, intimista, com cheiro de colo.

Só lamento a sua fixação fraquinha. Mas, olha, te reaplico sorrindo. E digo mais: teu frasco é lindo, um desbunde, e pesadão, e capaz de virar peso de papel quando você se for.

E já que estamos aqui numa conversa franca, de coração aberto, quero, com todo o respeito, deixar registrado meu protesto contra a turma do seu marketing, que teima em divulgar que você é “um aroma sensual e viciante, para mulheres intensas e luxuosas”. Naonde que você sensualiza, amigo? Naonde? Mulheres intensas? Sei não, sei não. Bão, tudo bem, eu relevo, tu relevas, ele releva, nós relevamos. Na boa? Fóquisdis! Te dedico.