O tal Petite Chérie


by Vanessíssima em , ,

Comments Off


Taí um perfume pra quem gosta de pêra e não liga pra fixação. Ou melhor, gostar de pêra não basta. É preciso amar pêra. Com força. Ah, você não ama? E você dá valor pra essa coisa toda de um perfume fixar nas entranhas por horas? Então corra pras montanhas, colega! Petite Chérie (Annick Goutal) não é pra você. 

Tecnicamente ele contém pêssego, grama, baunilha, rosa e pêra. Realisticamente ele tem cheiro de pêra e grama. E isso é bão? Opa, é sim, desde que, repito, você tenha tesão na pêra e, claro, esteja numa vibe “sou fada” (você não leu “safada”, néam?).

Enfim, o perismo aqui me remeteu vagamente a algo onírico, de fadinha, quase infantil, singelo mesmo, captou? Eu devo estar dizendo isso porque me lembrei da pêra raspadinha que meu irmão comia enquanto bebê desdentado e ouvinte de historinhas. Nossa, como eu adorava filar um cadinho daquelas raspas de pêra e pegar carona nas histórias infantis que a minha mãe contava pra ele, viu? Hoje meu maninho tá aí com 25 anos, eu com 33 e a Annick com o Petite Chérie. Bão, deixemos de lado esses detalhes brejeiros super interessantes (só que não). Bora focar no perfume, néam?

Caldinho de pêra madurinha, suculenta, e com um toque verdinho é o que temos aí. Um perfume todo trabalhado no diminutivo mesmo – a saber: perinha bonitinha, levinha, delicadinha e gostosinha que vai embora rapidinho.

Bom pro dia, pra climas quentes, pra quem não gosta de fazer exposição da figura por aí e pra quem (adivinha!) tem nóia, amor and fissura na pêra. 

Quer saber se eu compraria o Petite Chérie? Não, não compraria, haja vista que hoje tô mais pra safada do que pra sou fada (e, olha, eu muito desejei esse dito cujo). Porém, todavia, entretanto, contudo, eu usaria sorrindo se ganhasse. E aí você entenda meu sorriso como bem quiser: sincero, sarcástico, nostálgico, irônico ou ________. [complete o espaço com o adjetivo de sua preferência]

PS: Minha cafungada se refere à versão EDT do perfume. Mas eu soube que a EDP pouco difere (quase nada aliás – nem mesmo na questão da fixação, conforme me foi dito).