Cheiro da vez: vinil


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Ai, o vinil, aquela cousa ousada, séguissy and deveras vintage (oi, soy do tempo do LP!). Também chamado pelos íntimos de policloreto de polivinila, o tal é o conhecido PVC (da sua designação em inglês: polyvinyl chloride). O vinil amigo contém, em peso, 57% de cloro (derivado do cloreto de sódio, o sal de cozinha) e 43% de eteno (derivado do petróleo). Ok, ok, eu paro! Acredita que fizeram perfume com nota de vinil? Espia só!



Parisienne (Yves Saint Laurent)
Floral amadeirado almiscarado, ele tem oxicoco (prazer, Vanessíssima!), amora, vinil, violeta, peônia, rosa damascena, vetiver, almíscar, sândalo e patchouli (tudo isso de acordo com o Fragrantica). Falei dele aqui (na ocasião, não me baseei no Fragrantica, ok?). No mais, três flankers do bonito também contam com vinil na pirâmide olfativa. A saber: Parisienne L’Eau, Parisienne L'Essentiel e Parisienne Édition Singulière.







Fam (SoOud)
Amadeirado especiarado and unissex, vem com açafrão, rosa, páprica, madeira de Caxemira, agarwood (oud), cedro da Virgínia, sândalo, leite, almíscar, talco e, claro, vinil. Me parece uma coisa de doido, não?




Conhece algo mais trabalhado no vinil? Chora aí nos comentários!