Torço e retorço o nariz


by Vanessíssima em ,

Comments Off


Alto lá! Não vou dar uma de detratora de fragrâncias aqui não. Eu vou é difamar notas, meu povo! Rá! 

Com o tempo, comecei a sacar quais notas minha pele and meu nariz não aceitam de bom grado. De modos que é bater o olho na composição e ver algum ingrediente non grato que a luz vermelha pisca no meu córtex cerebral. 

Algumas vezes minhas notas não queridas aparecem tão escondidinhas na fragrância, que eu acabo encarando e nem noto que elas estão lá. Mas pra isso acontecer, eu tenho que provar o líquido precioso antes de catá-lo. É isso ou nada feito.

Confesso que sou inconstante. Já odiei íris e hoje eu amo ao cubo elevado ao cubo (oi?). Já detestei limão e hoje o bichinho me apetece por demais.

Enfim, bora saber o que me desagrada?

Violeta
Enxaqueca na certa. E o aroma não me apetece. Sem mais.

Frutas vermelhas
Tô pra achar frutinhas bremeias sem cheiro de coisa sintética.

Laranja
Poucas funcionaram comigo. Poucas meeeeesmo. Ninguém me mandou morar na terra da laranja. O ar aqui fede tem cheiro de laranja, afe, socorro, ninguém merece. 

Figo
Nota de figo não faz a minha cabeça. Gosto de comer a fruta, mas fujo desse cheiro na perfumaria. Não gosto, acho enjoativo e ponto final.

Manga
Nem pra comer e nem pra cheirar. Ninguém me mandou morar, quando criança, ao lado de um ser cuja mangueira ensaiava aniquilar a espécie humana, seja por meio de bombardeio aéreo ou pelas frutas que apodreciam e fediam mais do que não sei o quê.

Patchouli
Raramento me deparo com patchouli do meu agrado. Normalmente ele se mostra vulgarzinho, ardido, deveras pinicante. Prefiro quando ele surge mais terroso.

Erva-cidreira
Gosto sim, só que longe de mim, bem longe. Bebi tanto chá disso a contragosto e cortei tanto o dedo nas folhas disso quando criança que peguei aversão. Não posso nem sentir o cheiro.

Musgo de carvalho
Não curto porque tem cheiro de musgo. Rá! Sério, pra mim tem cheiro de bolor à enésima potência. 

E você? Conta aí quais notas não te apetecem!