250 emiéles de puro prazer


by Vanessíssima em ,

Comments Off

Falar sobre o Eau des Missions (Le Couvent des Minimes) é divagar sobre 250 mililitros de uma baunilha deliciosa que parece mais cara do que ela realmente custa (a saber: 69 realidades). E aqui estamos nos referindo a uma baunilha mansa, delicada, nada periguete. Baunilha bela mesmo, entende? De modo que temos por ora 250 emiéles de puro prazer.

Fazendo jus à vibe “sou uma colônia docinha na medida da elegância”, Eau des Missions é benjoim, camélia chinesa, cedro da Virgínia, centella asiática, mirra e baunilha.

Não vou te enganar: Eau des Missions não é só baunilha; dá pra sentir um pouquinho do benjoim na saída. Mas depois fica só baunilha sim (pelo menos na minha pele). Baunilha com cheirinho de colo de vó que não sai da cozinha, que vive preparando docinhos para os netinhos. Baunilha low profile, rente à pele, discreta e confortável, do tipo que merece ser usada em todas as estações do ano. E que fixação! Mais de dez horas fácil, viu?

Taí a baunilha com o melhor custo-benefício do mundo! Aliás, digo e repito, ela entrega bem mais do que pagamos por ela. Sem exagero, isso aí virou umas das baunilhinhas tops daqui de casa. Paixão define.

Pra quem não sabe, a marca Le Couvent des Minimes pertence ao grupo L´Occitane. Aliás, alguns produtos da linha chegaram a ser vendidos nas lojas da L´Occitane um tempão. 

No mais, até a última quarta-feira (quando escrevi este texto) o dito cujo só era comercializado oficialmente no Pão de Açúcar (perfume de supermercado sim, e daí?), mas eis que a Le Couvent des Minimes botou no ar uma lojinha virtual e bazinga (e lá fui eu revisar este post e atualizar as coisas). No site oficial, o perfuminho custa um pouco mais e tá disponível em vários tamanhos (neste post, mantenho o foco no frasco de 250 ml porque era o que se encontrava originalmente e creio ser o mais fácil de achar). Com sorte, você descola um frasco de 250 por meia nove na Beleza na Web (de onde veio o meu), mas tem que ficar de olho lá, porque a boniteza vende feito água e vive esgotada (como agora). Só não sei se o Pão de Açúcar ainda comercializa o produto ou se o preço se mantém (antes de se mandar do grupo, Abílio fechou o pão açucarado que tinha aqui na roça, então tô por fora do que vendem ou deixam de vender). 

E daí que maridón chama meu Eau des Missions de garrafa de pinga? E daí? Ligo não. Dessa pinga eu bebo até cair! "Eu bebo da pinga porque gosto dela. Eu bebo da branca, bebo da amarela. Bebo nos copo, bebo na tigela. E bebo temperada com cravo e canela. Seja quarqué tempo, vai pinga na guela." (Inezita, te dedico!)