O sorriso do figo


by Vanessíssima em ,

Comments Off

I see smiling figos, Bruce. Sim, um figo me sorriu (e a vaca tossiu). Quem tá chegando agora não sabe da minha ojeriza pelo figo, néam? Pois éam, coisa antiga isso. E eis que tudo mudou. Encontrei o meu figo, povo! Figo lindo ao cubo, todo pimpão. Eu sou mestra nisso, de desgostar e gostar, gostar e desgostar. 

Enfim, tá todo mundo aí querendo saber o nome do santo e eu aqui, enrolando. Atenção, rufem os tambores! Meu figo-sorriso atende pelo très très chic nome de Un Jardin en Méditerranée (Hermès).

Tenho uma ligação familiar (literalmente) com o Mar Mediterrâneo que beija a Itália, por isso meu zóio brilhou quando cafunguei esse Jardin da Hermès. O figo sorriu, gente! Bão, se eu fosse um figo e morasse na região do Mediterrâneo eu juro que viveria sorrindo. Como não? De modo que o perfume da vez me é bárbaro!

Classificado como floral aquático, ele vem com mandarina, bergamota e limão na saída, flor de laranjeira e oleandro no coração, cipreste, folha de figo, almíscar, cedro vermelho, zimbro e pistache na base.

Tudo na minha pele baila do seguinte modo: no primeiro passo temos uma saída delicadamente cítrica, uma cousa assim pomar do Mediterrâneo. No segundo passinho, levito no coração levemente floral. Dois pra lá e dois pra cá e temos uma figueira maravilinda com um fundinho amadeirado dos deuses sicilianos (ok, não tem deus siciliano nenhum, mas me deixa homenagear a minha famiglia, pô!).

A brisa é fresquinha, como aquela que sentimos logo cedinho, quando o sol mal deu as caras e o mundo todo ainda tá acordando. O cheiro é profundo, envolvente, porém de uma suavidade/paz avassaladora e paradoxal. 

Eu quase me vejo na beira do mar de Agrigento ao amanhecer (mãe, te dedico). É um perfume que me conforta, sabe? Ele me faz voltar pra um lugar de onde nunca nem sequer saí, mas que eu sei que tá lá me esperando, de braços abertos e com uma tacinha de vinho na mão.

Moço, me vê um galão desse perfume aí, per favore!

PS: Fim das férias. Tô de volta!