Mesa-redonda: Sabe de nada, inocente!


by Vanessíssima em ,

Comments Off


E aí que fomos pro boteco de novo eu, Dênis, Diana, Beth, Ju, Dâmaris, Lily, Cris e CarlaE então o Dênis chacoalhou as estruturas quando questionou: que coisas vocês gostariam de ter sabido quando começaram a se interessar muito por perfume? Pois bem, pedimos uma porção de aipim frito (porque da outra vez Beth queria aipim e acabou comendo batatinha frita meio a contra gosto porque foi voto vencido, tadinha) e, pra não perder o costume, começamos a tagarelar. E lá fui eu!

Quando eu comecei a me interessar muito por perfume:

Eu devia ter aprendido com o Bruce Wayne a enfrentar os meus medos. Quem me dera ter cafungado antes um pouco de figo, um pouco de açúcar, de laranja e afins? São notas que sempre me deram medo, gente! Mas tem tanta coisa boa ali. Agora eu aprendi a lição e cafungo tudo, até bula de remédio!

Eu devia ter aprendido com o Peter Parker que com grandes poderes vêm grandes responsabilidades. Sim, porque com a globalização marota e o cartão de crédito fofo internacional, catar perfume fora é uma delícia, mas eu sou responsável pela Darf que me chega em casa, né dona Receita? 

Eu devia saber que, assim como o Wolverine, eu não vou morrer se deixar passar uma promoção bombástica daquele perfume-desejo. Tô vivinha da silva aqui até hoje e isso não me deixa mentir, néam? Logan, te dedico!

Eu devia ter sacado desde sempre que eu não sustento frutas vermelhas com a facilidade com que a Mulher Maravilha consegue erguer milhões de toneladas de qualquer coisa. Frutas vermelhas? Cansei de insistir, obrigada!

Eu devia ter dado uma de Jaspion e mandado um Daileon Kick direto pra cima daqueles comentários que leio nos sites que vendem perfume. Sérião, alguém já se deu bem lendo e se baseando naquilo pra comprar alguma coisa? Gigante guerreiro Daileon, help!

Eu devia ter aprendido que, assim como o Bumblebee, que consegue transitar entre dois mundos numa boa (ele consegue ser lindamente carro e robô, né gente?), eu também posso gostar de um perfume e não comprá-lo. Taí algo que eu devia ter sacado meeesmo no começo dos tempos: eu não preciso ter todos os perfumes que eu curto.

Eu devia ter me tocado que eu não sou tão forte quanto o Hulk. Definitivamente tenho que largar mão de cafungar perfume com violeta, gente! É enxaqueca fortíssima na certa.

Eu devia ter aprendido com a Formiga Atômica que os pequenos têm poder. Amostrinhas e miniaturas são boas sacadas pra conhecer um perfume antes de comprar o frascão. Se eu tivesse me tocado disso antes, provavelmente não teria hoje em casa alguns frascões menos queridos.

Ah, se eu tivesse sacado desde o princípio que, assim como o Loki, as empresas não têm um pingo de coração, gente! Elas não pensam duas vezes antes de tirar alguma delícia do mercado. Sim, eu era ingênua e a verdade dói.

Eu devia ter mirado no egocentrismo do Tony Stark e feito um blog logo de cara. É tão bom trocar idéia com gente pior and melhor do que eu. Rá!

Assim como o Clark Kent, eu devia saber que não se vive só de jornalismo, especialmente quando se ama perfume. Veja bem, o cara é o Superman nas horas vagas e tira uma graninha boa com essa coisa toda de royalties, né mesmo? Gente, sério, jornalismo sozinho não banca vício de ninguém. Devia ter me jogado numa profissão decente pra ter todos os perfumes que eu quero, viu? Bom, em todo caso, ainda tenho dois rins. Vendo um deles. Tratar aqui.