Na lista rosada


Jura que precisava de um flanker do 212 VIP, Carolina Herrera? Jura mesmo? Então tá, né. Cê tem que aproveitar as fotos da [bocejo] Gisele Bündchen mesmo. Agora que já pagou e tudo. Senhoras e senhores, com vocês, 212 VIP Rosé!

Floral frutado, ele tem champagne e notas frutadas na saída, flor de pessegueiro no coração, e madeira, almíscar branco e âmbar na base.

Não, ele não é a versão rosada do amareludo (a.k.a. 212 VIP, falado no meu post anterior). Falta sustância até pra isso. O amareludo, que já não é lá grande coisa, é Bacardi. O rosadinho é Sidra Cereser. Vai vendo.

Sabe do que eu realmente gostei nele? Do imã que puxa a tampa num canudo magnético do além. Quando você menos espera, vuuush, o frasco suga a tampa da sua mão e se fecha. Achei show e aplaudi na loja. Maridón ficou com vergonha de mim, mas ele sabe que esposa é pra essas coisas. Rá! Os frascos maiores do VIP original também têm essa magia, mas o meu amareludo não faz isso porque é o de 30 emiéles. #todaschora Mas eu sou boba e fico feliz pelo frasco alheio. 

Voltando ao perfume, Rosé é suave, levinho, inofensivo e (odeio dizer isso) comum, ou seja, é fácil de agradar. Com saída borbulhante, ele passa pelas frutas vermelhas docinhas estilo balinha (sim, isso me incomodou) e vai caminhando até chegar no indefectível cheirinho de banho fresquinho bem bom (yes, o final amadeirado with almíscar e âmbar me fez sorrir). 

Carolina Herrera nos ensina com o Rosé uma receitinha de sucesso no comércio. Anota aí: saída festiva, passinhos docinhos e final com cheiro de banho, tudo bem light do começo ao fim. Certíssima ela. Quem não quer ganhar horrores de dinheiro, néam? Esse perfume tem público certo e certeiro! 

212 VIP Rosé, eu te compraria? Não! Eu te usaria se te ganhasse? Sim, pra ficar em casa e/ou antes de dormir. Sou chata? Sim! Você vai vender bem? Sim!

Um brinde de Sidra Cereser pra Gisele Bündchen!

Comentários

  1. Deleite-se com minha pobreza: adoro cidra Cereser, Macieira, Pullman, Chuva de Prata e todos os similares.Tomo aos litros, se deixar... Mas esse cheiro da onipresente Xisséle eu passo, obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Van, desculpe, mas só pelo aplauso da tampa sugando e a vergonha do maridón, vou ter que ir em uma loja conhecer.....aí vou te imaginar como uma menina marota e arteira, hahaha. Que o vidro é lindo isso é, e a moça da propaganda já deu o que falar também.

    Então só me resta e viajar na Sidra Cereser que bebi em muitos Natais (vida de pobre, rsrs).

    Como sempre excelente post, com um tom de menina sapeca e arteira, agora gostei!

    Um beijo com um brinde de Sidra....

    Malú

    ResponderExcluir
  3. 212 Vip Rosé, eu te compraria? Não! Eu te usaria se te ganhasse? Sim, para ir ao trabalho e ficar com cheiro de limpinha a manhã inteira. Sou chata? Sim! Você vai vender bem? Sim!

    ResponderExcluir
  4. Van, é o que eu acho de toda a linha 212, no "fritar dos ovos": foi feita pra agradar. Segue todas as receitas de sucesso! Isso não é defeito, nem crítica, mas uma constatação. Acabei curiosando nesse também, mesmo não tendo grandes expectativas, mas nasceu pra ser champagne e virou Sidra Cereser? Traumatizou!!!kkkkkkkkkk
    Vou na loja também. De preferência, sem o marido. :D
    Beijos!

    Lu

    ResponderExcluir
  5. Adoro perfumes com cheirinho de banho recém tomado. Cheiro de ano novo na praia, tomando Chuva de Prata. E daí? Aposto que até a supergisele gosta.

    ResponderExcluir
  6. Também não gostei desse perfume.. sabe quando você sente na loja e tenta lembrar com quais ele se parece e não consegue definir porque se parece com vários? Bem isso...
    Dessa família, só tenho o 212, mas uso bem pouco.. apesar de achar um cheiro gostoso pro dia a dia..
    Bjnhsss

    ResponderExcluir
  7. Olá. Comecei a ler seu blog recentemente e achei muito bom. Também gosto muito de perfumes e senti muita falta de uma marca que eu sou muito fã: Dsquared. Comprei primeiramente no escuro o She Wood pois sou obcecada por frascos mara e vou dizer,é tão bom que comprei mais 1 da coleção: She Wood Velvet Forest. Acho simplesmente deliciosos, são florais com um fundo amadeirado. Super recomendo, fora toda a bossa do frasco. Você já provou ? Bjos

    ResponderExcluir
  8. Diana, como somos irmãs, compartilhamos a mesma pobreza. hahahaha Mas, olha, a Carolina Herrera pode mais. Ela é rycah! A Sidra ficou deslocada nessa história. rs

    Malú, você merece um brinde de Moët & Chandon, gata!

    Helen, verdade, dá pra gastar ele no trabalho também!

    Lu, cafunga e resenha ele pra nóis. Quero saber o que você achou.

    lili, eu também adoro perfume com cheiro de banho, mas o lance é que a gente sempre espera um cheiro de banho especial num perfume, néam? Esse dito cujo não é ruim, mas é só mais do mesmo. Chuva de Prata é bão, mas não é o melhor espumante do mundo, concorda?

    Rosele, justamente! Ele se parece com muitos outros perfumes atuais. Aquelas frutinhas vermelhas...
    Eu tenho o 212 também. Gosto dele “pra bater”.

    Juliana, bem-vinda, queridona! Tenho cá comigo uma amostra do She Wood. Preciso resenhar. Menina, eu tenho tanto perfume pra desenrolar que eu quase não dou conta, viu? Vou ver se consigo.

    ResponderExcluir
  9. Carolina Herrera me dá sono. Tenho uma certa implicância com a marca e nada que já senti produzido por ela me encanta. Até o cansado 212 sexy, que é até gostosinho, não me conquistou.

    Minto, o 212 sexy masculino achei bem gostoso, parece com o Armani Code masculino. Esse eu usaria.

    Aquilo, mais do mesmo. Perfumaria comercial comum com preço de marca abastada. Passo.

    ResponderExcluir
  10. Carla, engraçado que eu não suporto o 212 Sexy, sabia? É o único da marca que passo longe meeeeemo. E olha que não morro de amores pelos outros. Mas é bem isso mesmo: perfumaria comercial comum com preço de marca abastada.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Bora comentar aqui embaixo?
Se joga! Com classe, por favor!