Archive for Agosto 2014

Mesa-redonda: Uns baratos


by Vanessíssima em ,

Comments Off

Tem tanto perfume que é um barato and barato, né mesmo? Ressalvando-se, contudo, que o luxo de um pode ser o lixo de outro (e aqui falamos de cheiro e também de custo), trago aqui na Mesa-redonda do mês a minha resposta ao chamado da querida Cris Nobre: os favoritos com preço mais acessível. 

Na boa, eu acho que não preciso dizer que o mais caro não é sempre melhor ou o barato não é sempre ruim, néam? Não temos mais cinco anos de idade. E olha que eu digo isso com o dedão na boca e batendo repetidamente o pé no chão. 

Pois bem, aqui vão meus baratos!

Ma Chérie (O Boticário): meu Eau de Pijama número 1. Pra lavandar a vida! 100 emiéles por uns 50 cruzeiros no Boti mais perto de você. Falei dele aqui.

Limão Siciliano (Phebo): meu Eau de Pijama número 2. Se te derem limões, faça uma colônia marota! 200 ml por 30 dilmavanas na loja virtual da Phebo. Falado aqui.

Águas Jabuticaba (Natura): era uma vez uma jabuticaba sapeca que não foi parar dentro da caneca. Ela foi parar num frasco de perfume. 150 mililitros por R$ 44,90 e 300 mililitros por R$ 51,80. Falei aqui.

Fleur de Figuier (Roger & Gallet): hoje é dia de figo, bebê! Figo 'n' roll! 30 ml por cerca de R$ 60 e 100 ml por mais ou menos R$ 115 nas pharmácias ao seu redor. Dito aqui.

Green Tea (Elizabeth Arden): chá verde super fresh pra aplacar o calor. 100 mililitros sempre por menos de 60 réis nas lojinhas virtuais. Resenha aqui.

Arsenal Woman (Gilles Cantuel): minha versão usável do Flowerbomb (Vicktor & Rolf). 100 emiéles por uns R$ 89,90 em diversas lojas virtuais. Falei dele aqui.

Joop! Le Bain (Joop!): o incrivelmente bom que fica mais interessante no inverno. 40 ml por cerca de R$ 60 e 75 ml a um preço médio de R$ 99 nas lojas virtuais por aí. Foi falado aqui.

Lembrando que as marcas Puma, Yardley, Marina de Bourbon, Salvador Dalí, Forum, Gabriela Sabatine e Jennifer Lopez costumam ter bons preços cá no Bananão. Fora as pechinchas sazonais (nessas já vi, por exemplo, Calvin Klein, Givenchy, Tommy Hilfiger e Kenzo com preço muy amigo). Por isso é sempre bom dar uma averiguada marota por aí (a não ser que você tenha uma árvore de dinheiro em casa).

* Os preços citados foram cotados em sites brasileiros no dia em que este post foi pro ar. Vale a pena pesquisar em diversas lojas antes de comprar os não vendidos exclusivamente pelas marcas, pois os valores e a disponibilidade variam bastante de uma hora pra outra.

Outros blogs queridos também trazem uma seleção perfumada boa, bonita e barata. Quer ver só? Templo dos perfumes, Le Monde est Beau, Village Beauté, Perfume Bighouse, A louca dos perfumes, 1nariz, Pimenta VanillaOdorataparfunsParfuméeHelen Fernanda e Perfumart. Notaram gente boa nova no pedaço? Oh yeah, nossa mesa é extensível, baby! 


Aviso amigo: 



No exato momento em que este post entra pelos seus olhos, a pessoa aqui tá curtindo férias. É por isso que não garanto responder tão cedo o que vier. Vou tentar (veja bem, tentar) aprovar os comentários ao longo da folga (um viva ao celular!), mas responder são outros quinhentos. Pra isso eu tenho que sentar na frente do computador, já que meu celular é analfabeto (smartphone? smart? ahã!), e remar contra a minha idéia de descanso, que versa sobre passar o menor tempo possível lambendo a internet. Voltamos à programação normal na segunda quinzena de setembro! Resumindo: vou ali e volto já!


Cheiro da vez: Brazil (com zê)


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Como não deixar passar um mercado [cof cof] emergente como o nosso, néam? De olho no Brasil, tem muita gente por aí vendendo o [cof cof] south american way engarrafado. Tudo bem que pra muita gente de fora Hong Kong é aqui, a capital do País é Buenos Aires e a gente fica na África, mas tudo se resolve com uma singela [cof cof] homenagem, certo? Bora engarrafar o que o Bananão tem de melhor? Não, ainda não fizeram perfume de venda a prazo, meu povo! Mas fizeram de caipirinha e etc e tal. E viva o clichê (com pitada non sense)! Saca só:





Batucada (L´Artisan Parfumeur)
Limão, hortelã, cana-de-açúcar, ylang ylang, tiaré, coco, água do mar e sal, tudo "sexy as a Brazilian dance". Viu, vem cá! Jura, L´Artisan?






Cruise Collection Escale à Parati (Dior)
Dior, olha só, a cidade histórica do Rio de Janeiro se chama Paraty, com y no fim, viu? Essa é a forma adotada oficialmente no município, ok? Mas quem criou o Pure Poison tem cem anos de perdão. Rá! Escale à Parati (sic) tem petitgrain, limão, laranja amarga, pau-rosa, canela, hortelã, framboesa, fava tonka e notas amadeiradas. Bom, depois do Paraty com i...





Aqua Allegoria Limon Verde (Guerlain)
Limão, notas verdes, frutas tropicais, figo e fava tonka na avenida. A inspiração, diz a Guerlain, veio do "Brazil's national cocktail". Pena que o nome do perfume não traz a alcunha da fruta em português (mas o "verde" tá lá, néam?). Guerlain, tudo isso é medo do til do limão? Li-má-ó para os gringos, né? Explicado!






DKNY Be Delicious Rio (Donna Karan)
E o Rio de Janeiro, fevereiro e março virou perfume. Alô, alô, Donna Karan, aquele abraço! Maçã vermelha, flor de maracujá, flor de laranjeira, gardênia, sândalo, benjoim e mirra buzinando a moça e comandando a massa.





Samba (Perfumer´s Workshop)
Laranja, lírio, tangerina, musgo de carvalho, frésia e neroli. Se esse é o cheiro do samba, tenho medo do aroma da bossa nova. No mais, Perfumer´s Workshop, acordei boazinha hoje, então segura o slogan grátis: "Quem não gosta de Samba bom sujeito não é". Rá! De nada!






Brazilian Soul (Bottega Verde)
A italiana Bottega Verde desvendou a alma das brasileiras, hein! E ela tem ameixa, laranja, pomelo, pêssego, pimenta rosa, flor de laranjeira, jasmim, rosa, gerânio, baunilha, cedro e caramelo. Somos frutadas e meladas, não? Agora é a minha vez: desvendei a alma das italianas! E ela tem cheiro de macarronada. Rá! Não gostou, né, Bottega Verde? Mexe com a gente, mexe!



Rockin' Rio (Escada)
Abacaxi, tangerina, mamão papaia, pêssego, cana-de-açúcar, coco, sândalo e almíscar. Não, esse perfume não tem nada a ver com o festival caça-níquel de música do Medina (cuja grafia é Rock in Rio). E, sim, a caixinha desse Escada faz alusão ao Carnaval (?). Hein? Como assim? Como assim? Tudo bem, o próprio Rock in Rio quase não tem rock mesmo.






Brazilian Mango Grapefruit (Pacifica)
Que tal uma lira à nossa manga e à nossa toranja que, muita atenção agora, nem nativas são? A Pacifica achou boa idéia. Esse perfume vem com toranja, manga, pêssego, damasco e abacaxi.








Very Sexy Now The Beauty of Brazil (Victoria`s Secret)
Mamão papaia, orquídea e coco, tudo véri séguice like as brasilêra tudo.








Bahiana (Maitre Parfumeur et Gantier)
O que é que a Bahiana (sic) tem? Tem laranja, tangerina, limão, resina de abeto, madeira guaiac, rosa, âmbar, coco e almíscar tem. Um h onde não deve, tem.







Brazil Nut (The Body Shop)
Aqui nem rola uma homenagem/inspiração/pagação de mico propriamente dita, já que brazil nut é como os estrangeiros chamam nossa boa e velha castanha-do-pará. O perfume tem, além da castanha, baunilha e chocolate amargo.

Serge x Cartola


by Vanessíssima em , ,

Comments Off


Cartola que me desculpe, mas, sim, as rosas falam. E a mais tagarela tá no magnânimo La fille de Berlin (Serge Lutens)

Todo cheio de poesia, Serginho nos diz o seguinte sobre esse perfume:

She's a rose with thorns, don't mess with her. She's a girl who goes to extremes.
When she can, she soothes; and when she wants ... ! 

Her fragrance lifts you higher, she rocks and shocks.

Totalmente vazia de poesia, eu digo o seguinte sobre esse perfume: eis a melhor rosa do universo! As outras rosas parecem mato perto dessa. #prontofalei Tá, não parecem mato não. Amo/sou rosa e gosto das outras também. São todas lindas. Mas essa é especial.

Construído na base do "o mínimo é o máximo", La fille de Berlin tem rosa (néam?) e pimenta-rosa. E chega!

O segredo tá na rosa escolhida. Essa parece que ter vindo de K-PAX.

Não é a rosa mais fiel que eu já vi, por isso mesmo é a mais bela, a mais poética, quase vermelhamente frutada. Yes, a abstração de rosa do Serge me catou de jeito!

La fille abre com cheiro de pétala e de espinho. Explico: tem a flor, majestosa, poderosa, adulta e fresca, e tem um algo metalizado e pontiagudo feito espinho.

Apesar de ser uma rosa inventada, ela é macia, viva e natural.