A melhor lavanda do mundo


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Conheci Les Fleurs: Lavande (Molinard) graças à amiga Dianíssima, que nas horas vagas é presidente do fã-clube da Molinard. Rá! Devorei minha amostrinha com afinco. Quase mastiguei o flaconete. Não sosseguei até catar um frascão pra mim.

Lavanda delícia, perfeita e carinhosa, ideal praqueles momentos de dor de cabeça, gripe, rinite, TPM, gota, torcicolo, espinhela caída, unha encravada e et cetera e tal. Só não traz a pessoa amada em três dias, viu? 

Lindamente compartilhável, Lavande cai bem em todos os seres os vivos do planeta, incluindo homens, mulheres, joaninhas, pingüins, coalas e suricatos.

O perfume é todo trabalhado na lavanda, no sândalo, no ládano, na baunilha e no almíscar. 

O cheiro é floral and herbal tal e qual aquele que a lavanda nos proporciona. Mas esquece o lavandismo que pinica o nariz. Aqui a coisa é macia, aquecida pelo sol. Um pouquinho verde/entusiasmado no início, feito aquele oi animado que a gente recebe de um amigo sumido por algum tempo. Mas logo a coisa se acalma e a saudade se aquieta. E do oi empolgado partimos pra um abraço gostoso e seguro. E o resultado é um talquinho low profile relaxante quase retrô. Tô falando do perfume, ok? 

A baunilha é bastante tímida e me remeteu ao pinguinho do i. Quer coisinha mais pequenininha, fofinha e importante do que o pingo do i? Sim, gente, porque o pingo no i já foi fundamental. Ele surgiu pra diferenciar no alfabeto gótico a seqüência ii do u minúsculo lá na Idade Média, quando o povo escrevia em latim e confusões não eram bem-vindas. Ok, ninguém perguntou. De volta ao perfume!

Simples como deve ser, Lavande é acolhedor e orgânico (lê-se: tem cheirinho natural, não sintético). Indispensável para quem ama as tranqüilidades da lavanda e/ou do talquinho. Ou seja, não vivo mais sem. Eis a melhor lavanda que vi até aqui!

Adendo maroto:

A Molinard não é uma marca muito conhecida por aqui. Mas devia. Fundada em 1849 em Grasse, no sul da França, ela ainda é uma empresa familiar e nunca deixou o prédio que ocupa desde 1900. Ela produz perfumes, produtos pra banho, aromas pra casa e itens de aromaterapia, que são exportados pra 25 países. Possui duas lojas próprias e marca presença em mais de 1600 pontos de vendas na França. O mais incrível disso tudo é que parte da produção, como a colocação dos rótulos, ainda é feita à mão. Ah, e a Molinard também mantém um museu aberto à visitação. E a fábrica oferece visitas guiadas. Antes que você bote seu rim à venda, saiba que, apesar de ser considerada marca de nicho, a casa tem produtos incrivelmente acessíveis perto das coleguinhas.