Baunilha verde


by Vanessíssima em , ,

Comments Off

Pera lá que O Incrível Hulk ainda não lançou nenhum perfume não, viu? Se bem que sei lá se isso ia vender, néam? Talvez se o Homem de Ferro lançasse... Bão, voltando pra Terra, me deixa contar um pouco sobre a baunilha com toques verdinhos mais linda e democrática que tem no mundo: 5:40 PM in Madagascar (Kenzo).

Pensa numa persona apaixonada por baunilha. Pensou em mim, certo? Agora pensa em alguém que é fã do jeito Kenzo de se perfumar. Deu eu de novo, né? Então vamos por aí. E se você se identificou comigo, pega na minha mão e vem!

Bora começar pelo começo. Cinco e quarenta - ou vinte pras seis (você decide) - abre com lótus, segue com frésia e cedro, e finaliza com baunilha. Isso funciona na teoria. Na prática a coisa muda um pouco. Já explico. 

Super compartilhável, sincero e interessantíssimo em todas as estações do ano (yes, todas! mas convém dedo leve no verão de meu deus), 5:40 PM in Madagascar começa com cheirinho de mato molhado e evolui pra uma baunilha amadeirada dos deuses! Simples assim.

Cuidadosamente construído, esse perfume me é, na essência, baunilha com cheiro de grama molhada. Captou? Não, né? Só cafungando pra entender. Ele é único, ímpar! Até a baunilha dele é diferentona. Não é melada, infantilóide ou séguice-sem-ser-vulgar. É uma baunilhinha delicada, na medida, morninha, de doce não muito doce, sabe como? E gruda! Sai nem com reza brava.