1948 é logo ali


O cravo brigou com a rosa no laboratório do perfumista Francis Fabron por volta das 18h da última sexta-feira, 4 de junho de 1948. De acordo com testemunhas, houve intensa discussão e cada flor seguiu para um lado. Em seguida, o cravo se dirigiu à mesa de Fabron e se enfiou dentro de um frasco adornado por uma tampa que trazia duas pombas. Segundo os investigadores, o cravo, bastante alterado, não parava de repetir: "daqui eu não saio, daqui ninguém me tira". Pouco depois, a rosa foi vista entrando no frasco também. O caso foi registrado no 1º DP da história da perfumaria. Taí, L'Air du Temps (Nina Ricci) é basicamente isso. 

Criado há 68 anos, ele envelheceu bem, viu? Tipo a Bruna Lombardi (alguém diz que ela tem 64 anos, gente?). Todinho retrô (a ponto de muita gente o identificar com "cheiro de vó"), ele segue perfeitamente usável por quem admira um clássico ou teve um jardim de cravos na infância e não esquece aquele mágico cheirinho floral-terroso-cremoso-picante-úmido. Eu me encaixo nos dois casos.

Quem viu O Silêncio dos Inocentes com a atenção e o carinho que esse filme merece vai se lembrar do momento em que Hannibal Lecter (Anthony Hopkins) encontra Clarice (Jodie Foster) pela primeira vez e saca que ela usava L'Air du Temps. Detalhe: Clarice não estava usando perfume naquele dia. E Lecter, claro, sabia disso. "You use Evian skin cream, and sometimes you wear L'Air du Temps, but not today", foram as palavras dele. E, olha, nem precisa ter o olfato tão apurado quanto o dele, viu? Mesmo depois de tomar banho e, pasmem, na manhã seguinte, eu (que não sou ninguém na fila do Oscar) ainda posso sentir o L'Air du Temps na minha pele.

Total pós-guerra (a Segunda Guerra Mundial tinha acabado três anos antes da criação do dito cujo), ele vem com cravo (né?) e gardênia na saída, rosa (olha ela aí!) e jasmim no coração, e sândalo e íris na base.

Novamente, eu vou bater na tecla: L'Air du Temps tem cravo (a flor). E depois não diga que eu não avisei! Cravo é uma flor difícil pra muitos narizes. Sim, porque esse perfume é basicamente cravo. E sabonete. Lembra que eu falei que ele é antigão, né? Mas ele não é pesado. Ao contrário, é leve, mas marca presença, e faz bonito durante o dia. E fica mais lindo quando a temperatura tá amena. Acho refinadíssimo, como poucos conseguem ser (ainda mais hoje em dia).

PS: 4 de junho de 1948 caiu mesmo numa sexta-feira. Mas eu só fui descobrir isso depois que o texto tava pronto. Chutei. E fiz gol. Rá!

Comentários

  1. Vi *O Silêncio dos Inocentes* pela primeira vez há poucas semanas (te amo, Netflix!) e me lembrava exatamente dessa frase. Adoooooro referências a perfumes em filmes e séries. Ótimo texto, como sempre.

    ResponderExcluir
  2. Que SAUDADE de suas resenhas! Adorei o texto, pra variar! beijos!

    ResponderExcluir
  3. Adoro ler suas resenhas! Maravilhoso perfume, Nina Ricci é amor <3

    ResponderExcluir
  4. Assim, eu e L'air nao seremos amigas, mas podemos conviver em paz e harmonia, a iris nao me agrada, mas acho que a graca desse perfume são as lembranças que ele traz, de pessoas queridas que usam ou já usaram, otima resenha pra variar! Bjk

    ResponderExcluir
  5. Ah, ném! Cadê aquele emoticon da gargalhada, dos olhinhos de coração e do coração (x5) numa hora dessas?

    ResponderExcluir
  6. Um dos meus perfumes preferidos da vida, clássico absoluto.

    ResponderExcluir
  7. Esse eu admiro e respeito. Paz na terra aos cheirosos de boa vontade!

    ResponderExcluir
  8. Diana, eu tardo, mas volto! Obrigada, linda!

    lili, mãe de bom gosto a sua!

    Monica, thanks, gata! Amor puro, né?

    Roberta, ele é pura nostalgia, né?

    Mulher sem Photsohop, obrigada!

    # 8, isso sim é um clássico, não?

    Priscila, esse a gente reverencia com vontade mesmo.

    ResponderExcluir
  9. Ola, adorando as resenhas!! Este perfume ainda é bom? eu li em algum lugar que foi reformulado e nao ficou igual! Qual a opiniao de vcs? :) vou seguir este site, muito bom!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gata, essa já é a versão reformulada. Ele foi alterado há muuuuuito tempo. Possivelmente, a gente nem tinha nascido, viu?

      Excluir

Postar um comentário

Bora comentar aqui embaixo?
Se joga! Com classe, por favor!